Pages

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Sr. Ricardo


Estou a entrar naquela altura crítica em que os vintes começam a escassear e os trinta a aproximar-se de mim como a boca de uma velhota cheia de manteiga, pronta para me beijar (sim, já me aconteceu mas isso é uma história para outra altura). É a lei natural da vida e já me mentalizei disso. Mas, por favor,  não me tratem por Senhor.

A conotação educada que o termo carrega é agradável, especialmente quando queremos respeito de algum badameco, mas o peso que nos coloca em cima dos ombros é que nem tanto. Poupem-me os discursos motivadores da malta de 19 anos ou de quem não tem qualquer tipo de problema com o avançar da idade. Bom para vocês, mas não sou assim.

Uma criança de 5 anos perguntar-me se tenho 44 é um golpe agridoce porque apesar de hilariante, não deixa de ferir ligeiramente. Agora, quando jovens na minha faixa etária interagem comigo como se fosse um centenário de cartola e relógio de bolso, é preferível deixarem-me logo no jazido. 

Ainda há coisa de dias, em pleno ginásio, um rapaz virou-se para mim e perguntou "desculpE, posso intercalar conSIGO?"  porque é que isto agora me está a soar dirty? Continuando, fiquei a olhar para ele do género,  estás a falar a sério? Se for preciso és mais velho que eu. Epá sei que no contexto em que estava inserido não estou propriamente no meu melhor, mas bolas, tenho um ar assim tão acabado?!

Não sei que vos diga mas fico satisfeito por saber que não sou o único que fica com um tique nervoso nos olhos quando passa por isto. Já uma ou duas pessoas partilharam comigo este sentimento de "revolta" mesmo sabendo que, na maioria das vezes, as pessoas apenas querem ser educadas e não existe nada de errado nisso. Dito isto, a vida já se encarrega de nos envelhecer com o stress, preocupações e obrigações, não é preciso ajudarem à festa.


Incomoda-vos que vos tratem por Sr's / você?

13 comentários:

  1. Há uns dias fui buscar o meu primo à escola (tem 9 anos) para lanchar e ele trouxe um amigo consigo que passou o tempo todo a tratar-me por "senhora" e "você". Foi muito estranho porque eu sempre tive cara de miúda e as crianças borrifam um bocado para este tipo de convenções de linguagem, portanto, sempre fui tratada (ou pelo menos abordada) como uma igual. Mas o miúdo falava comigo e notava-se a distância que ele supunha da minha idade à dele, no quanto ele me achava mais velha e sábia x) Foi muito engraçado. Não senti esse peso na alma que falas (também sou mais nova e vou ter sempre cara de miudinha, por isso, acho que é normal não ter sentido) mas achei o momento caricato. Enquanto o João olhava para mim como a "irmã" mais velha maluca, o miúdo olhava para mim como se fosse Sensei (se não souberes quem é, pesquisa no Google imagens e vais compreender a analogia) x)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em tempos fui um ávido consumidor de animes portanto estou familiarizado com o termo haha. Sim, com crianças é sempre diferente agora pessoas da mesma faixa etária que nós... ouch.

      Eliminar
  2. A mim acontece-me ao contrário... Tenho 24 anos (embora com cara de miúda) e fico ligeiramente desagradada quando em certas situações (funcionários de restaurantes, lojas, etc) ainda me tratam por "tu".
    Para mim o "você" é apenas um sinal de cortesia, ainda não tomo como tratamento de velhotes :p

    ResponderEliminar
  3. Eu também não lido nada bem com o passar dos anos e ainda só tenho 24...espero que a coisa vá melhorando! Quanto a essa situação acho que às vezes o termo "você" vem só por educação. Acho que isso vem do facto de hoje em dia as pessoas se indignarem por tudo e por nada e tratar alguém por tu sem o conhecer, independentemente da idade pode ser logo motivo para uma zaragata.

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. No meu trabalho também me chamam Dona ou Senhora Cátia e eu odeio. Basta chamarem-me Cátia e tratar-me por vocês se preferirem mas larguem o prefixo por favor. Só tenho 26 anos, por amor de deus. Ainda sou nova xD

    ResponderEliminar
  5. Autch! De facto, tenho 20 anos, por isso, é normal que ainda lide bem com o passar dos anos, além disso, adoro o dia do meu aniversário, por isso, junta-se o útil ao agradável. Contudo, não deixo de temer o termo Senhora ou Dona. Podem tratar-me eternamente por Menina, porque, de certa forma, confere-me aquela jovialidade eterna. Por isso, COMPREENDO-TE.

    ResponderEliminar
  6. Tenho vinte e seis, a caminho dos vinte e sete (natural, certo? ahah), e confesso-te que gosto de sentir que me dão mais crédito pela idade. Parece que o que digo já tem mais verdade. Infelizmente o devemos à idade e sabemos que maturidade nem sempre vêm com ela.


    ❥ Biju da Ju,
    juvibes.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. A mim, para já, só "menina". Até podem tratar por "você", ao mesmo tempo, mas sempre acompanhado de "menina". Haha
    Para já, sabe-me bem!
    Há dias, deram-me 15 anos. Eu só tenho mais 11. Achei exagerado, mas que continuem.

    ResponderEliminar
  8. Felizmente isso nunca me aconteceu porque, apesar de ter 22, parece que tenho 16. Sinto o contrário: ninguém me leva a sério! E tenho que mostrar sempre o CC quando quero comprar raspadinhas, por exemplo x)
    Daqui a uns anitos sei que não me vou queixar disto, mas para já irrita-me bastante.

    ResponderEliminar
  9. Antes estranhava, agora estranho que me tratem por tu =P É uma questão de hábito, Ricardo, vais ver (;

    ResponderEliminar
  10. Curiosamente, não me incomoda que me tratem por você. Talvez seja por estagiar desde o 1º ano, e todos os meus doentes me tratarem sempre assim. Acho mais caricato que me tratem por senhora, visto que só tenho 20 anos, e associo " senhora" a uma mulher casada, nos seus 40 e tal anos, mas ainda assim não me incomoda muito.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  11. eu trato toda a gente por menina por habito do porto ahahah as pessoas ficam sempre super felizes. quando me tratam senhora eu estranho muito. im like a kid.

    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. A mim, tanto me tratam por você como me tomam por mais jovem, ahah. A minha postura não engana ninguém e reconheço que devido a isso, pareça mais velha. No entanto, a contrastar, o meu rosto já levou muita gente a pensar que ainda estou nos 17. Depois há outras circunstâncias, após uns minutos de conversa, há quem julgue que já tenho muita idade, mas quem me conhece bem, sabe que simplesmente gosto de pensar!
    Enfim, se tiver a sorte dos meus pais, hei de chegar aos 40 e aparentar ter 20, eheh.

    novo blogue: IMPERIUM

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...