Pages

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Abandono Animal no Verão


Na longa lista de problemáticas que não consigo compreender, o abandono dos animais na época balnear ocupa um dos lugares cimeiros. Pois é, as férias de Verão continuam a ser sinónimo desta prática tão pouco humana que, apesar de diversas campanhas de sensibilização e alterações legislativas, parece não ter fim.

Uma das frases que mais profiro é que "odeio pessoas". A sério, a cada dia que passa perco mais a esperança na humanidade. A quantidade de atrocidades que acontecem diariamente é inacreditável, e nem os pobres animais estão livres de perigo. Sou um eterno animal lover, sem conotações de bestialidade, e incomoda-me imenso ver cães (também há gatos, mas todos sabemos que a esmagadora maioria é do primeiro tipo) a vaguear pelas ruas. Aliás, a minha cadela era uma destas vítimas de abandono e que acolhemos de braços abertos. 

Como é que existem monstros capazes de abrir a porta do carro, muitas vezes em andamento, e deitarem o seu animal de estimação porta fora, como se de um pedaço de lixo se tratasse? Muitos acabam por ser atropelados ou ficar gravemente feridos. Tudo isto porque querem ir de férias e os seus companheiros de quatro patas se tornam num estorvo? Não dá. Recuso-me a aceitar isto.

São muitos os indivíduos que ainda olham para o animal como um objecto. Na hora de o adquirirem, seja por compra ou adopção, pensam nele como uma espécie de acessório fofinho, desconsiderando por completo o facto de ele ir crescer, comer e eventualmente exigir alguns gastos extras com a sua saúde. A partir do momento em que acolhem um animal nas vossas casas, ele torna-se automaticamente um membro da família, como se de um filho vosso se tratasse. É inconcebível o tratamento que estas pobres almas recebem por parte daqueles que deveriam zelar por eles.

Está a custar-me imenso escrever este texto porque imagino o horror que os animais não devem sentir quando percebem que os donos os abandonaram e deixaram completamente sozinhos, sem lar, companhia, comida e água. Não se podem esquecer que, tal como nós, eles têm a capacidade de sentir prazer e dor, física e psicológica, de ter emoções e percepções de bem e mal-estar. São seres puros que nos oferecem o seu amor incondicional e é esta a paga que recebem? Não!

As leis podem existir mas enquanto as mentalidades não mudarem, vai ficar tudo na mesma. Sim, porque o abandono dos animais por aqueles que têm o dever de cuidar deles, é punido com pena de prisão até 6 meses ou multas que podem ir dos 500 aos 3.740 euros. 

Não sei o que os criminosos que cometem estes actos têm na cabeça, mas sei perfeitamente o que lhes fazia.

6 comentários:

  1. Penso exatamente o mesmo! Não sei como as pessoas são capazes de abandonar os seus animais. Tenho 2 cães e para mim eles fazem parte da família.
    Quando vou de férias, deixo sempre os cães ou num hotel para cães ou então peço a alguém que cuide deles... e não há nada mais reconfortante do que chegar a casa e ver a festa que fazem por nos ver!

    http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. *Clap clap* espero que alguém que tenha um cérebro de ervilha e um coração de pedra que esteja a pensar fazer isso leia o teu texto a tempo. Há gente que não devia ter animais, e essas pessoas são algumas delas. Caramba, juro que não percebo. É preciso não ter o mínimo de amor para dar para se conseguir fazer uma monstruosidade destas - especialmente porque os cães são tão puros que se quem os abandonou voltasse eles não sentiriam o mínimo de mágoa.

    Jiji

    ResponderEliminar
  3. Concordo com tudo o que dizes. Tenho uma cadela com quase um ano, a Oreo e que tem alguns problemas comportamentais (nomeadamente ansiedade de separação) o que já nos causou algumas dificuldades, mas nunca nos passaria pela cabeça abandona-la. Acho que as pessoas adoptam animais sem pensar em toda a responsabilidade que isso acarreta, aliás, já foi comprovado que muitos cachorros são adoptados/comprados no natal e depois abandonados no verão. Porque cresceram muito, porque ladram, porque fazem cocó em casa, ou porque o hotel no algarve não aceita animais e pagar um hotel canino é que não. Quando vejo certos casos de abandono e maus tratos, só me apetece agarrar a Oreo num abraço apertado e penso na sorte que foi ela calhar na nossa casa. Já gastámos mais com ela no vet num par de meses do que gastamos num ano connosco. Fazemos aulas de treino para ela aprender a lidar com a ansiedade, temos que fazer uma pesquisa maior para ir de férias, porque alugamos casas petfriendly porque ela também vai e agora, preparamo-nos para ir viver para o estrangeiro e já nos tivemos que preocupar com mais de mil e uma burocracias, porque ela também vai. Em momento nenhum me passaria pela cabeça deixa-la para trás, é como uma filha, é da família!

    ResponderEliminar
  4. Eu também sei o que lhes fazia... Nunca vou se quer tentar compreender o que passa na cabeça de alguém com tal capacidade, não dá. E aquelas pessoas que deitam literalmente animais ao lixo? Epa não consigo. :( Estou com a Joana, espero que se algum ser por aí estiver a pensar nisso, que veja o teu post a tempo!
    The Fancy Cats

    ResponderEliminar
  5. Se existem coisas das quais não consigo comentar esta é uma delas.
    Não consigo entender como é que é possível estas pessoas abandonarem os animais seja em que altura for.nao só nesta época que sim e quando existem mais casos destes mas ... Não entendo... É bem quero entender que se se não alguém está sujeito a ficar sem dentes.


    Beijinhos
    www.pirilamposemarte.com

    ResponderEliminar
  6. Acho que o pior é apanhar essas pessoas... mas sim, deviam ir para a prisão! Concordo plenamente!

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...