Pages

quarta-feira, 31 de maio de 2017

MUSIC ⤫ MAY'17 + EUROVISION Playlist


Como outro qualquer mero mortal, o mês em que faço anos é o meu favorito do ano. Caricato, visto que detesto enfrentar o avanço do tempo, mas vá. Para mim, Maio, é muito mais que isso. Representa a Primavera no seu auge máximo, os dias começam a ficar "mais longos" - não é, mas nós fingimos que sim -, as temperaturas a aumentar e... Eurovisão! No meio disto tudo, podemos sempre contar com uma coisa: vários lançamentos musicais.

Não, não vou voltar a dizer que "esta é uma das melhores playlists que fiz recentemente", porque estaria a repetir-me incessantemente, mas acreditem que o pensamento mantém-se. Do Rap ao Pop, passando pelo indie alternativo, até ao K-Pop, há opções para todos os gostos. E já sabem, não há nada que goste mais do que diversidade, seja em que aspecto for.

Apesar do hino destruidor de serpentes de cabeleira loira, aka "Swish Swish" ser a minha jam oficial do momento, não a inclui neste grupo para não repetir a Katy Perry que já nos tinha desejado um "Bon Appétit". Quem "voltou" com tudo foi a Iggy Azalea que, ao lado da Anitta, criaram a canção perfeita para este Verão, "Switch", assim como a minha adorada Kyla La Grange com a fantástica "Violet Blue", e a Margaret com a infecciosa "What To Do".

Por falar em retornos, quem finalmente decidiu presentear-nos com novo material foi o trio HAIM. Continuo rendido à versão ao vivo da "Right Now" e tenho pena que a versão estúdio seja francamente inferior. A Miley Cyrus deixou de fumar erva e teve uma transformação digna de uma Sailor Nashville, com a balada "Malibu". Também a Selena Gomez lançou aquele que é considerado por muitos como um dos seus melhores singles, "Bad Liar", mas a mim aborrece-me.

Continuo viciado na "Get Together" e "Lipgloss", do Drake e Charli XCX, respectivamente, assim como na brilhante "Dead" da Madison Beer. Apesar de não a suportar e me irritar que digam que era a melhor cantora das Fifth Harmony (#justiceforally), tenho que admitir que gosto da "Crying in the Club" da Camela Cabello, como lhe gosto de chamar. Mas é normal que goste, não fosse um mix entre a "Cheap Thrills" da Sia, "Shape of You" do Ed Sheeran e o descaramento total, "Genie In the Bottle" da Chritina Aguilera.

À semelhança do que fiz no ano passado, apresento ainda uma lista bónus com as minhas 20 canções favoritas desta edição da Eurovisão. Se não acompanham o programa e quiserem conhecer artistas desconhecidos do mainstream, têm aqui uma óptima fonte de conhecimento.

    
Conheciam todas as canções? Que músicas têm ouvido ultimamente?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...