Pages

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

GRAMMY's 2O17


Numa palavra: Beyoncé. Somente e apenas, Beyoncé. É assim que pode ser resumida a 59ª Edição dos Grammy Awards que ocorreu ontem à noite, em Los Angeles. Conduzida pelo apresentador e comediante James Corden, a gala foi repleta de farpas políticas, problemas técnicos e várias injustiças. O costume, portanto.


ADELE - "HELLO"

Confirmando as expectativas, Adele varreu a concorrência levando para casa os cinco prémios a que estava nomeada, entre eles "Melhor Álbum" (25), "Melhor Música" e "Melhor Gravação" por Hello. A jovem ficou de tal surpresa com a vitória do seu disco em relação ao da Queen B que, no discurso, agradeceu mas disse que não podia aceitar e que Lemonade era o justo vencedor, tecendo um manto de elogios que deixou a colega a chorar. Um momento fantástico e que demonstrou o porquê de todos adorarem a Adele, ela é tal e qual como nós.



Apesar de ter perdido para a britânica nas categorias principais, Beyoncé foi detentora de um dos momentos mais fortes da noite. Actuando pela primeira vez desde que anunciou a gravidez de gémeos, aquilo não foi uma performance, foi uma... experiência. Num espectáculo visual absolutamente transcendente, cantou um medley de "Love Drought" e "Sandcastles" que, apesar de previsível, foi de longe o melhor da noite. Nomeada para 9, levou "apenas" as estatuetas de "Vídeo do Ano" (Formation) e "Melhor Álbum Urbano Contemporâneo" com Lemonade. Se a Hello merecia o título de melhor música em relação à Formation? Certamente. Mas 25 ser um álbum melhor que Lemonade? Nem de perto. Há coisas que ninguém entende e esta é uma delas.


BEYONCÉ - "LOVE DROUGHT" & "SANDCASTLES"

O segundo maior premiado da noite foi David Bowie que, como era de se esperar, também venceu nas quatro categorias a que estava indicado, incluindo "Melhor Canção Rock" (Blackstar). Embora aprecie o facto de finalmente ter recebido um Grammy musical (em décadas de carreira só tinha conquistado um em 1984 pelo vídeo Jazzin for Blue Jean), não considero que merecesse vencer tudo. Para não ferir susceptibilidades, terminarei o meu comentário por aqui.

Chance The Rapper conseguiu quebrar a maldição e vencer justamente o título de "Melhor Artista Novo"  estava mesmo à espera que fosse para a country lady Maren Morris  e ainda, "Melhor Álbum" e "Melhor Performance" (No Problem) na categoria de Rap. Esperemos é que no futuro melhore drasticamente os discursos.


ADELE - "FAST LOVE"

Em modo de apanhado geral, no mundo Dance/Electronic, o "Melhor Álbum" foi atribuído a Skin dos Flume e "Melhor Gravação" à intragável Don't Let Me Down dos Chainsmokers com a Daya - barf. A "Melhor Performance Pop Duo/Grupo" foi para a viciante Stressed Out dos Twenty One Pilots e Cranes in the Sky venceu a estatueta de "Melhor Performance R&B"  pensei que iria para a Needed Me da Rihanna, mas fiquei felicíssimo com o resultado. Altamente merecido.


LADY GAGA & METALLICA - "MOTH TO THE FLAME"

No campo das actuações, a Adele abriu a cerimónia com a Hello e, mais tarde, voltou ao palco para homenagear o George Michael. Ao começar mal, nervosa e num tom errado, a cantora pediu para recomeçar e acabou a comover a sala inteira com a sua versão de Fast Love. Por falar em falhas, a colaboração descabida e completamente desnecessária da Lady Gaga com os Metallica, na faixa "Moth to the Flame", foi desastrosa. Durante metade do tempo o microfone de James Hetfield não funcionou, acabando por ter que partilhar o da LG. No fim acabaram por conseguir dar a volta por cima, mas ainda assim, não percebo como é que ela não aproveitou para promover a John Wayne.


BRUNO MARS - "THAT'S WHAT I LIKE"

O Bruno Mars fez o brilharete do costume com os seus vocais fora de série, primeiro com a sua That's What I Like e mais tarde com Let's Go Crazy em tributo ao falecido Prince, enquanto os Daft Punk acompanharam os The Weeknd na "Feel It Coming". A Katy Perry estreou o novo single "Chained to the Rhythm" com uma mensagem de teor político relevante, mas nem de perto chegou perto dos Tribe Called Quest, Busta Rhymes e Anderson .Paak que destruíram o Donald Trump com letras como "Quero agradecer ao presidente 'agente laranja' por perpetuar o mal que tem feito pelos EUA. Quero agradecer ao presidente 'agente laranja' pela tentativa frustrada de banir os muçulmanos. Agora vamos-nos unir".


KATY PERRY & SKIP MARLEY - "CHAINED TO THE RHYTHM"

No meio disto tudo, a Rihanna foi para casa de mãos a abanar e isso é imperdoável, especialmente com faixas do calibre de "Love on the Brain" no álbum Anti. Ao menos as suas expressões foram priceless e o momento em que ela saca de um "cantil" com álcool e dá um golo, é hilariante. #jesuisrihanna.

A lista completa dos vencedores AQUI.

P.S.: Até ao momento estes são os melhores vídeos que encontrei. Quando fizerem upload de versões HD, actualizo.


Acompanharam os Grammys? Concordam os vencedores? Performances favoritas?

8 comentários:

  1. Beyoncé divando como sempre.
    E que barrigão lindo.

    Beijinhos 💜
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderEliminar
  2. RAINHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!! <3 <3 <3 <3 <3

    Um beijinho dourado

    ResponderEliminar
  3. Também fiquei chocada com a vitória do 25 sob o Lemonade. Não se entende a sério -.-

    ResponderEliminar
  4. Bey sendo Bey. Estou a ficar fã desta mulher. Ela e a Adele foram as donas da noite. Destaco ainda a atuação do Chance the Rapper e, claro, da minha Demi!

    ResponderEliminar
  5. eu gosto muito da beyonce, a actuacao foi algo brutal mas por outro lado.. epa.. n sei. too much. isso e o hype todo a volta, ate parece q ela é a primeira mulher a ficar gravida lol
    quanto a adele vencer melhor album tb me supreendeu.
    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Não consigo aceitar que a Beyoncé não tenha ganho o álbum do ano... É inaceitável!! Acredito que Lemonade é e será uma das obras de referência de toda a carreira da Bey... E tenho imensa pena que a academia que elege os vencedores não consiga ver isso! É como a Adele disse: O que ela precisa fazer para ganhar o fucking prémio??? God!

    E a Rihamma embora não tenha levado prémio nenhum, divertiu-se bastante! Adoro aquela mulher, ahahah

    http://diariodeumafricana.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...