Pages

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Horror Movies to watch on Halloween


Com o Halloween aí à porta, resolvi elaborar uma pequena lista com algumas sugestões cinematográficas para o fim-de-semana. Ciente de que, muito provavelmente, vai ocorrer uma enchente de publicações do tipo, tentei fazer uma selecção um pouco diferente. 

Coloquei de lado escolhas mais óbvias como os veteranos Hocus PocusHalloweentown ou The Ring e apostei em longas metragens menos populares. Para ter alguma variedade, fiz uma espécie de viagem pelo tempo, incluindo propostas de décadas diferentes.

Sim, o género em destaque não podia deixar de ser o terror  mas, para os mais assustadiços, não faltam thrillers e muito suspense. Para mais opções, podem consultar o "TOP 10 Classic Horror Movies" do ano passado.


#1. What Ever Happened to Baby Jane? (1962)
NOTA: 8/10 | TRAILER: AQUI

RESUMO: Em criança, Jane Hudson era uma estrela conhecida por "Baby Jane". Com o passar dos anos, caiu no esquecimento do público e vive com a irmã Blanche - uma antiga actriz que ficou paraplégica -, na sua mansão. Face a decadêncie evidente, Jane mantem vivo o sonho de voltar a pisar os palcos e para que isso aconteça, está disposta a cometer as maiores barbaridades contra a própria irmã.

OPINIÃO: Cansado das contínuas referências ao icónico What Ever Happened to Baby Jane? na pop culture actual, resolvi vê-lo de uma vez por todas. Melhor decisão dos últimos tempos. Esquecendo os atritos vividos pela dupla de protagonistas, Bette Davis e Joan Crawford, durante a gravação deste filme, o produto final superou as minhas expectativas. A Davis desempenhou a mimada lunática Jane com tamanha perfeição que até me admira como é que não ganhou o Óscar a que estava indicada. Dada a época em que foi concebido, classificaram-no como terror (além de crime e thriller), mas asseguro-vos que não há nada de assustador. Quer dizer, só se for mesmo a duração de +2h ou a maquilhagem da Jane, ah! É por isto que adoro clássicos, são tão puros. Brilhante!


#2. Fright Night (1985)
NOTA: 7/10 | TRAILER: AQUI

RESUMO: Charley é um amante de filmes de terror. Quando a casa ao lado ganha novos vizinhos, o jovem fica convencido que o seu comportamento estranho se deve ao facto de serem vampiros. Como se não bastasse esta situação, a sua mãe encanta-se pelo suposto vampiro e convida-o a entrar na casa deles.

OPINIÃO: Foi a colecção de cassetes do meu pai que me apresentou a este tesourinho. Embora seja considerado um filme de terror, Fright Night tem momentos absolutamente hilariantes. O charme dos anos 80 está mais presente que nunca, do guarda-roupa, aos penteados e música. Ainda assim, a melhor parte é mesmo a caracterização tão rudimentar dos ditos "vampiros". A história foi tão bem recebida pela crítica que até deu origem a um remake em 2011. De qualquer forma, se quiserem rir-se, esta versão é a ideal.


#3. Ginger Snaps (2000)
NOTA: 7/10 | TRAILER: AQUI

RESUMO: Durante um passeio nocturno por um parque, Ginger é atacada por uma espécie de lobo que a deixa gravemente ferida. O que se segue é uma série de mudanças físicas que deixam a jovem quase irreconhecível. Convencida de que o que se passa com a irmã mais nova é algo sobrenatural, Brigitte, a irmã mais nova, tenta encontrar uma cura para a maldição que se apoderou das suas vidas.

OPINIÃO: Aclamado pela crítica, Ginger Snaps é um dos poucos filmes de terror do início dos anos 2000 com qualidade. Contrariamente a outras produções da época, o sub-género teen horror é trocado por um clima à anos 80, com pinceladas de humor e muito gore. A narrativa e interpretações são surpreendentes, especialmente do duo protagonista. Relacionar a puberdade feminina com o mito do lobisomem poderia originar uma manifestação feminista, não tivesse sido escrito de forma inteligente, e por uma mulher. Lembro-me tão bem de ter uns 12 anos e de o ver umas três vezes, no mesmo mês, na MGM. Deu para perceber que fiquei impressionado? Uma pena que tenha passado despercebido pelo público.


#4. The Descent (2005)
NOTA: 8/10 | TRAILER: AQUI

RESUMO: Numa viagem dedicada ao desporto e aventura, seis mulheres ficam presas numa gruta, depois de uma rocha se soltar e bloquear a saída. Enquanto tentam encontrar uma forma de escapar, descobrem que estão a ser perseguidas por criaturas estranhas que se escondem na escuridão. 

OPINIÃO: À primeira vista o enredo parece ser o maior cliché de todos os tempos. Quase todas as produções cinematográficas apostam no mesmo tipo de raciocínio no que toca a viagens a lugares "estranhos". Dito isto, The Descent consegue quebrar os moldes pré-concebidos ao criar um clima intenso e genuinamente assustador. Quando as criaturas que habitam a caverna surgem em cena, o director descarta a luz e apoia-se nos sons para causar o pânico. O resultado é uma verdadeira viagem inquietante por parte do espectador. Não me considero claustrofóbico, mas este filme deixou-me seriamente na dúvida. Um dos factores positivos é o facto do elenco ser totalmente composto por mulheres, demonstrando que "frágil" é algo que elas não são. Dentro do género, mantem-se até hoje como um dos meus favoritos. 


#5. Don't Breathe (2016)
NOTA: 7/10 | TRAILER: AQUI

RESUMO: Três criminosos ganham a vida a assaltar casas. Um dia, recebem uma dica de que a habitação de um velho veterano num bairro pobre da cidade está cheia de dinheiro que ele recebeu quando uma senhora rica matou a sua filha num acidente de viação. Durante a vigia, os jovens descobrem que o homem é cego e que por esse motivo a tarefa está muito facilitada. O oposto acontece e corre tudo pior do que esperavam.

OPINIÃO: Vi-o ontem à noite e confirma-se o alarido que causou nos Estados Unidos, está bom! Vá, não vos quero deixar com as expectativas demasiado elevadas. Não é uma obra-prima do cinema actual mas cumpre o objectivo principal, deixar o espectador completamente às escuras em relação à história. Apesar da narrativa um pouco básica, e de não ser necessariamente assustador, confesso que ainda saltei uma ou duas vezes. Se preferirem longas metragens de suspense, esta é a opção indicada para vocês.


Além do "Don't Breathe", conhecem algum dos filmes? Se sim, qual é o vosso favorito?

10 comentários:

  1. Conheço alguns dos que sugeriste mas ainda não vi nenhum! A sugestão está incrível e super pertinente, vai dar um jeitão para o fim de semana! :D

    ResponderEliminar
  2. Quase ninguém sabe apreciar A Descida e fiquei mega feliz por vê-lo listado por ti! Os outros eu não conhecia, nem mesmo o Don't Breathe, mas agora fiquei curiosa :)

    Lemao Doce text

    ResponderEliminar
  3. O The Descent é bom demais. Impinjo-o a todos os meus amigos. -"Como assim ainda não viste a descida?!" Óbvio que tinham de fazer o segundo e estragar tudo. Não sei se já viste o "La Cueva"? Aviso já que o final é uma treta, mas adoro o pânico em torno de todo o filme. Totalmente um cliché, mas para pessoal que não gosta de sítios apertados (eu, incluída) é muito porreiro!

    ResponderEliminar
  4. Vi o Fright Night pela primeira vez quando era miúda e impressionou-me. Mais tarde revi-o e vi a sequela, mas essa é bem inferior!

    Nunca vi o 1º e o 2º que referes. Vão para a minha watch list! :)

    ResponderEliminar
  5. Não sei se conheces o Rosemary's Baby, mas caso não, fica aqui a recomendação. É um dos meus filmes de terror favoritos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tanto conheço como o inclui no meu "Top 10 Clássicos de Terror Favoritos". Aliás, chegámos a falar dele na altura :)

      Eliminar
    2. Ainda não vi, nem tão pouco conhecia os filmes que aqui tens, mas podes crer que mesmo passado uma semana após o Halloween, esta lista dar-me-á muuuuito jeito! :P

      A Vida de Lyne

      Eliminar
  6. Não conhecemos ainda nenhum dos que mencionaste. Mas acrescentaríamos os Conjuring. Que horror de filmes! Cumprem mesmo o propósito

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...