Pages

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Experiências a não repetir: compras em família

Apelidado como o Tio Patinhas cá de casa, o certo é que já compro a minha própria roupa há alguns aninhos. Além de ter o meu próprio dinheiro, não estar dependente de ninguém é um alívio.

Contra os meus próprios instintos que me diziam que mais valia ficar em casa, no passado Sábado, cometi o impensável e aceitei participar de uma ida em família a um centro comercial. Movido pela hipótese remota de encontrar algo que gostasse e que fosse bancado pelos progenitores, lá fiz o sacrifício.

O objectivo da excursão era simples, arranjar roupa para o meu irmão mais novo  leia-se 17 anos  que de tão magro que é, não encontra partes de baixo que lhe sirvam. Entrámos na Primark e o que se sucedeu foram 3h de pura agonia. Sim, leram bem, ficámos lá 3h no mesmo sítio.

Não sei como é convosco, mas na minha família cada elemento tem uma função definida e intemporal. O meu pai encosta-se a um canto e fica a bufar entre os dentes que é a última vez que sai connosco; o meu irmão parece uma mosca morta que em vez de procurar roupa, anda atrás de mim à espera que eu o faça por ele; e a minha mãe... está numa liga completamente diferente. Como se não bastasse querer impor os seus gostos, chegando a obrigar-nos a experimentar algo (neste caso, ao meu irmão), não passam sequer cinco minutos e já está consumida por uma raiva irracional e altamente irritante.

Podia contar detalhadamente a sequência de eventos que se seguiu, mas há coisas que mais vale ficarem por dizer. Além de mandar vir num tom de voz elevado, especialmente para um fim-de-semana repleto de pessoas à volta, por algum motivo que um dia espero compreender, a culpa recai sempre sobre o filho mais velho, mesmo quando não tem nada a ver com o assunto.

Seis lojas e muitas birras depois, as compras estavam terminadas. Quando chegou a altura de irmos jantar, momento pelo qual ansiei o dia inteiro, a indecisão colectiva sobre o que pedir levou a que se proferisse a frase "se não se decidem vamos mas é para casa". Assim foi. O último amuo do dia foi o mais letal e cravou uma estaca no meu coração goletão. NINGUÉM ME PROMETE COMIDA E NÃO CUMPRE.

Calculo que muitos de vocês possam ficar horrorizados com o meu pequeno resumo de um dia em família, especialmente se a vossa for perfeita e angelical, mas that's life. As pessoas têm feitios diferentes e nem mesmo os laços de sangue estão imunes a picardias infantis. Moral da história, desperdicei um dos meus dias de descanso por uma tarde estupidamente stressante.

Nunca pensei vir a dizer isto mas o meu pai revelou-se um profeta, "É a última vez que saio convosco".


Gostam de ir às compras em família? Já passaram por situações semelhantes?

17 comentários:

  1. Ufa, fiquei aliviada por saber que há mais famílias como a minha. O meu pai é tal qual o teu - volta sempre às palavras "é a última vez que saio convosco" ou "porque é que eu me meto nisto", e eu não percebo o porquê de tal reação. Não é uma cruzada para matar um dragão, é um dia de compras.

    Parecendo que não, isto é muito negativo. A vida em família é difícil a partir do momento em que as pessoas têm diferentes feitios, como dizes. E para uma pessoa descontraída e alegre pode ser difícil ter que lidar diariamente com alguém que inventa dramas ao mínimo obstáculo - é o caso do meu pai, que é a maior drama queen que conheço. A solução - a minha pelo menos - , passa por não ir muito além do necessário no relacionamento com alguém assim. É triste, mas não há outra maneira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O alívio é mútuo haha. Compreendo bem o que disseste sobre "restringir" o relacionamento com alguém assim. De facto, é triste.

      Eliminar
  2. No meu caso o meu pai é logo avisado " se é para ires connosco não é para andares só a apressar". Seja como for, é raro ir às compras com os meus pais, prefiro ir eu, no meu tempo, ao meu ritmo. Se bem que nunca demoro tanto tempo numa loja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando vou sozinho também não demoro tanto tempo numa loja. Como costumo ir logo com algo em mente, é muito mais rápido :)

      Eliminar
  3. É por situações destas que: o meu pai não vai connosco às compras e a minha irmã não entra na Primark (nunca mais quer sair)! ahaha
    As famílias são sempre muito complicadas xD

    Beijinhos
    http://lostinsarasworld.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Odeio ir às compras em família! Eu não sei a quem saio, mas não é aos meus pais, de certeza, porque sou uma pessoa extremamente decidida e impaciente e tira-me do sério perder tempo a ver as mesmas coisas e a ir ver se não há igual, mas mais barato noutra loja, enfim. Eu entro numa loja, gosto, compro. Fim. Além disso, o que dizes sobre a culpa recair sempre no filho mais velho é verdade e não há pachorra =p

    ResponderEliminar
  5. Realmente essa tarde, não me pareceu nada agradável :( Eu também não tenho grande paciência, para passar horas em lojas... Se for para ir a um centro comercial, que seja para almoçar ou lanchar, beber um cafézinho, ir ao cinema... assim já me parece bem :)

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim é um suplício, só costumo ir a lojas quando preciso mesmo de alguma coisa. Caso contrário, é como dizes, só para cinema ou refeições :)

      Eliminar
  6. quase nunca vamos todos juntos às compras porque acontece sempre o mesmo portanto só vamos à Decathlon que há espaço para o gosto de todos mas por exemplo comprar roupa vou sempre só eu e a minha mãe, o resto não tem pachorra xD

    ResponderEliminar
  7. No meu caso, o meu pai nem sequer entra na loja porque já sabe que vai apanhar um grande seca ahahah Depois sou eu a perder a paciência quando a loja está repleta de pessoas e tudo desarrumado! Há dias em que NÃO DÁ MESMO para ir às compras em família!

    http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faz-me muita comichão o estado em que as pessoas deixam as lojas. Parecem autênticos animais a mandar roupas para o ar. Tenho uma pena enorme dos funcionários que têm que arrumar tudo.

      Eliminar
  8. A minha família é igual. Já chegámos ao cumulo de passar 4 HORAS na Primark. 4 HORAS DA MINHA VIDA naquela loja! A minha mãe anda a passo de caracol, vê as coisas milhares de vezes e é a rainha das indecisões enquanto o meu pai se põe a andar para lojas de carpintaria para ver as novidades ou de tecnologias. Por fim eu e o meu pai reunimo-nos fora da Primark porque já não podemos ver as mesmas coisas mais alguma vez e aguardamos mais 1 hora pela minha mãe. Ah a maravilha dos passeios em família...

    Marli, do My Own Anatomy 🌵

    ResponderEliminar
  9. Eu prefiro ir sozinha às compras! Se bem que é sempre bom quando os paizinhos nos podem financiar umas coisinhas mais caras que estamos de olho :p
    Mas quando vou com a família demoro demasiado tempo. A minha mãe demora imenso a ver as coisas e a minha irmã é mega indecisa! O meu pai por acaso tem grande paciência, nem eu tenho tanta! Fica mais atrás só à espera que se despachem e leva as coisas na boa. Nisso até tenho sorte :p
    xx, Ana

    The Insomniac Owl Blog

    ResponderEliminar
  10. Felizmente, somos só três cá em casa e normalmente quem acaba por se stressar em primeiro lugar - e sempre sem razão aparente (=impaciência) - sou eu xp Eu e a minha mãe sabemos sempre como convencer o meu pai a entrar nos nossos planos, o que acaba por resultar. Mas de uns tempos para cá, tenho vindo a apreciar mais este tipo de saídas, mesmo que se resumam, apenas, a dar uma volta por aí e olhar as montras.

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  11. Feliz em saber que a "imperfeição" é uma característica comum entre as famílias. Posso afirmar, no meu caso, que "compras em família" não é algo que se faça de forma pacífica xD

    ResponderEliminar
  12. No meu caso, as idas às compras até que são bastante pacíficas. Não é que se façam muitas, mas honestamente nunca me lembro de termos discussões "públicas" ou algo do género. E no meu caso é mais o meu pai a tentar impingir-me roupa do que a minha mãe.

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...