Pages

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Ricardo, o cão polícia

Ao contrário da maioria das pessoas, raramente utilizava o nariz para respirar. Dormir era um problema sério. A boca tinha que estar aberta, caso contrário as probabilidade de sufocar seriam altíssimas. Correr também não era muito melhor. Meros minutos passavam até começar a sentir a boca tão seca a ponto de ser inundado por um sabor metálico. No entanto, e por incrível que pareça, sempre tive um olfacto formidável.

Anos mais tarde (lá para 2013), e após alguma insistência minha, consultei-me com um especialista e descobri que tinha um septo nasal desviado. Metade do mistério resolvida. Quando o médico viu o raio-x nem queria acreditar, "você nunca respirou correctamente na sua vida, pois não?". Na altura ri-me e fiquei do género... "hum, a única maneira que conheço é a minha, portanto não lhe sei responder".

Concluída a operação, um dos meus principais medos era perder o quarto sentido humano. Felizmente, o meu olfacto supersónico manteve-se intacto. Muitas vezes pergunto-me como é possível para alguém com problemas respiratórios, a ponto de ter uma via praticamente obstruída, conseguir identificar odores com tanta precisão. Deviam estudar-me, isso sim.

Cá em casa a habilidade já me valeu uma alcunha, "Ricardo, o cão polícia". Sou capaz de estar nas escadas e descrever um prato inteiro, acompanhamento e tudo. Sim, porque saber que estão a grelhar carne é uma coisa, mas adivinhar que é com arroz branco já é mais complexo, visto que não tem um odor marcante.

Nem tudo são rosas, literalmente. Graças a esta particularidade já passei por alguns constrangimentos. Nos tempos de escola, sabia identificar com precisão as colegas que estavam naquela altura do mês. Pior era quando estavam sentadas ao meu lado. Conseguem imaginar o meu embaraço? Além disso, sofro muito mais em situações como a passagem de um camião do lixo. Enquanto que para muitos, passa depressa, para mim leva mais tempo. Não sei como explicar, mas é como se estivesse submerso naquela porcaria. É horrível. 

Engane-se quem pensar que isto só se aplica a maus odores, a sensibilidade olfactiva é geral. As perfumarias são para mim como as igrejas para os vampiros. É um verdadeiro suplício entrar numa, tanto que só o faço quando estou com a minha namorada. Ela não percebe e pensa que estou a fazer fita mas nem sempre é o caso. Não nego que é um tédio terrível, mas as dores de cabeça são bem reais.

Hoje em dia os transportes públicos são a principal zona de ataque. Referi-o por alto no "Auto dos Transportes do Inferno: Acto II", mas a quantidade de pessoas que abre as portas traseiras e lança nuvens de gás "charine" merecia uma menção no livro do Guiness. Devido a esta prática, quase diária, entro automaticamente em modo cloedo, a olhar para todos como se fossem o culpado. 

Continuo sem saber a origem desta habilidade mas, é como costumo dizer, antes isso que não sentir qualquer tipo de cheiro. Se me virem com uniforme policial num aeroporto já sabem, estou a substituir um canino qualquer.


Têm um olfacto apurado? Possuem outro sentido mais activo?

15 comentários:

  1. Não acredito que tu consegues perceber quando nós, raparigas, estamos com o período! Isso atinge um nível completamente ridículo de olfacto!! Eu não tenho nenhum sentido especialmente apurado, e ainda bem.

    Marli, do My Own Anatomy ✫

    ResponderEliminar
  2. Ahah oh Ricardo, isto é simultaneamente genial e uma autentica tortura, imagino! Mas...voto mais na tortura. Coitado de ti, rapaz! Agora já percebo a tua cena com os transportes públi9cos :p

    Jiji

    ResponderEliminar
  3. Já podes fazer concorrência ao Daredevil! x)
    A sério que consegues sentir o cheiro das raparigas quando estão na altura do mês? Isso deve ser terrível! Pelo menos sabes quando oferecer pensos e tampões pela comunidade ahahahah!
    Os únicos sentidos que eu tenho apurados são aqueles sextos e sétimos e oitavos sentidos, à la vidente. Tirando isso, sou uma mera míope que há de "ensurdar" muito cedo devido aos concertos de borla que o telemóvel dá xD

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho o mesmo problema que tu e sempre tive um olfacto apurado! Finalmente encontro alguém como eu :)

    ResponderEliminar
  5. Não, olfacto apurado não é a minha cena =P

    ResponderEliminar
  6. O meu Deus! Tu devias ser mesmo estudado, isso é quase como um poder sobrenatural xD. Coitada das tuas colegas que estavam naquela altura do mês, isso deve ser bastante embaraçoso.
    Fiquei intrigada com o facto de respirares mal, mas no entanto tens um olfacto espetacular.
    Eu não tenho um super olfacto, mas tenho super audição. Consigo ouvir mesmo tudo, tudo. Às vezes estou no meu quarto a estudar, e consigo ouvir a conversa que os meus pais estão a ter na sala ( e eles nem falam muito alto).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  7. O olfacto também está bem trabalho no meu ser, só não
    é tanto como em ti. Tens mesmo que ser estudado, talvez encontrem coisas fantásticas para a ciência. R: Depois quero saber a tua opinião.

    ResponderEliminar
  8. Sou enfermeira, nós somos o 8 e o 80. Porque temos que não ter olfacto nenhum quando são cheiros muito intensos mas temos que ter um olfacto apurado porque em feridas faz toda a diferença para descobrir tecido infectado ou não.

    ResponderEliminar
  9. Wow! Tens um olfacto peculiar! Não deixes que te estudem. Eu acredito que os "dons" não podem ser detectados! xD ^^

    ResponderEliminar
  10. A minha mãe também é assim, e agora sinto-me culpada porque sempre achei que fazia fita quando íamos a perfumarias ou lojas com um cheiro característico e se queixava xD

    ResponderEliminar
  11. Eu também não consigo respirar bem pelo nariz e basicamente tenho-o sempre entupido xD

    ResponderEliminar
  12. Só te falta ser como uma amiga minha: adivinhar o champô ou perfume pelo cheiro das pessoas! :p

    ResponderEliminar
  13. Também tenho um nariz que gosta de me pregar partidas, tenho sinusite e rinite e uma data de alergias, e suspeito que também tenho o septo desviado... mas isso é coisa para fazerem um comic da DC inspirado na tua pessoa!
    No entanto, funciono mais ou menos assim em relação à audição. Quase fiquei surda quando era criança e, apesar de ter recuperado bastante, ouço consideravelmente mal. Mas consigo sempre ouvir coisas que mais ninguém ouve e conhecer as pessoas pelos passos ou pelo barulho do seu molho de chaves. Consigo perceber em que parte da casa uma pessoa está, pelo barulho que os interruptores da luz fazem ou acender/apagar. Ouço os telemóveis dos vizinhos vibrar e as notificações do seu facebook.
    Vamos escrever para a DC juntos?! xD
    ****

    ResponderEliminar
  14. Ai que giro ;) Se bem que nem sempre é muito bom...

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...