Pages

quarta-feira, 13 de abril de 2016

5 Factos que não sabiam sobre mim


#1. Detesto Palhaços

Pela primeira vez não me refiro ao cidadão dito comum e sim à profissão circense. O meu desagrado não provém de medo (embora alguns sejam assustadores), mas do facto de não lhes achar piada nenhuma. Nada, zero. Enquanto os meus coleguinhas adoravam o Batatoon, eu preferia não ver desenhos animados a ter que olhar para aquele palhaço  agora sim, conotação negativa. Nem a voz dele aguentava! No circo é a mesma coisa, só não me levanto e vou embora porque paguei bilhete. Nunca esbocei um único sorriso perante um dos seus números. Por alguma razão que desconheço, fico genuinamente irritado. 

#2. Acerto na idade das pessoas

Há uns séculos atrás chamar-me-iam bruxo, hoje em dia sou apenas intuitivo. Não sei como ou porquê, mas garanto-vos que em 95% das vezes, consigo acertar na idade das pessoas. Felizmente tenho várias testemunhas que o podem comprovar. Decidida a provar-me o contrário, a minha namorada chegou ao cúmulo de me fazer adivinhar as idades de um elenco inteiro de personagem de uma série de ANIME. Sabem a melhor parte? Em 20 falhei só uma e foi por um ano. Raramente encontro alguém que não consiga decifrar, mas é possível.

#3. Tenho uma aparência multinacional

Além de naturalmente moreno, sou o tipo de pessoa que basta andar um bocadinho ao sol e fica logo bronzeado. Graças a esta qualidade genética, ao longo dos anos fui questionado mil e uma vezes sobre a minha nacionalidade. Turco, mexicano, brasileiro, indiano ou "árabe", são as mais populares. Sinceramente não me importa nada e até acho alguma piada, mas quando era mais novo cheguei a pensar que talvez fosse adoptado. Hoje em dia rio-me, mas na altura achava muito estranho ser o único menino acastanhado da família.

#4. Fico facilmente deprimido

Sem me alongar demasiado, até porque irei dedicar uma publicação ao tema mas, há vários anos que passo pelo mesmo processo. Estou perfeitamente normal e, de repente, nada. É como se um botão se desligasse e fecho-me completamente. Não me apetece estar ou falar com ninguém, só quero ficar sozinho no meu canto. Eventualmente passa sozinho, mas já cheguei a ficar uma semana assim. Quem está de fora não compreende e acha que nos estamos a vitimizar, mas não é de todo o caso. Sabendo que não é fácil para quem nos é mais próximo, se o pudéssemos evitar, assim o faríamos.

#5. Já gastei mais dinheiro em maquilhagem do que muitas mulheres

Lamento desapontar-vos mas não sou transformista ou um metrossexual empenhado, apenas tenho namorada. Estar numa relação é muito enriquecedor, só é pena que o mesmo não possa ser dito sobre a minha carteira. Ter uma cara-metade que ADORA maquilhagem, e ainda por cima de marca, tem muito que se lhe diga. Por entre batons da MAC e paletes da Naked, plural, já perdi a conta às vezes que caminhei à bambi para uma caixa registadora com esses produtos em mãos. Isto para não falar das horas intermináveis de tédio agoniante em frente às mesmas bancadas de lipsticks do costume. Ela vai matar-me por dizer isto mas, ainda por cima são todos praticamente da mesma cor! Não percebo, mas se a faz feliz, é o que interessa.


Temos pontos em comum? Há algum facto vosso que a internet ainda não conheça?

24 comentários:

  1. Confesso que o ponto que mais me "entusiasmou" foi o de acertares sempre (ou quase,vá) na idade das pessoas. E quando isso chega a personagens de anime, isto atinge mesmooo proporções extraordinárias! Acho que devias propôr um desafio a ti próprio e aceitares fotos de bloggers e tentares acertar nas suas idades!

    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensar que estive para escrever que não, não ia adivinhar idades de bloggers e logo o primeiro comentário fala disso haha.

      Eliminar
  2. UI, já que adivinhas as idades das pessoas, consegues adivinhar a minha com base na foto de perfil?

    Normalmente, o pessoal engana-se. :D

    *estou curiosa*

    ResponderEliminar
  3. Temos 2 pontos em comum: o 1 e o 4. E há muita coisa que a internet não sabe sobre mim (e assim vai continuar =P )

    ResponderEliminar
  4. Toda a gente me dá menos idade do que a que tenho realmente, por isso, até gostava de saber se acertavas na minha se não a soubesses.
    Entendo bem o ponto 4, é tão desconfortável

    ResponderEliminar
  5. Não conhecia esses seus fatos, alguns eu achei bastante interessantes.
    Abraços!

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. No único que me identifiquei foi o 4. Eu odeio isso em mim, ficar deprimida do nada. Interessante seus fatos, principalmente o 2 e 5 :).
    Dreamy Princess♛ ✝
    Document Your Life de Março. Vem ver.

    ResponderEliminar
  7. normalmente até acho estes posts um pouco aborrecidos porque acabam por ser sempre os meus factos, no entanto conseguiste me cativar do incio ao fim e tudo o que mencionaste foi interessante, especialmente a tua capacidade de acertar na idade das pessoas. Voto para haver uma competição nesse campo or something ahah
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Eu também detesto palhaços e identifico-me bastante com o ponto 4, também sou assim e é meio estranho, chega a pontos de me dizerem "fogo, nunca te deixas ver agora".

    Beijinhoos****
    Cantinho da Suu
    Participa no giveaway do blog Giveaway Dia da Mãe

    ResponderEliminar
  9. Eu também consigo deprimir do nada, é um defeito que me afeta um bocado.
    Ahahah, por momentos pensei que a maquilhagem era para ti xD. Se fosse, também não tinha mal nenhum, os modelos também se maquilham.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  10. Temos em comum os factos 1 e 3. Detesto palhaços, tenho fobia mesmo, é horrível! E muitas vezes me perguntam se tenho ascendência nórdica, pois sou muito 'branquinha' e pinto o cabelo de ruivo!

    ResponderEliminar
  11. PORRA só o meu namorado é que não me dá nada ahahah

    Essa de ficar deprimido...é chato pra caraças. Eu não posso dizer que sofra muito disso, mas meia volta lá me acerta - só que eu sei que comigo é hormonal. É mau, mesmo.

    Jiji

    ResponderEliminar
  12. Identifiquei-me tanto com o ponto 4... E o pior de nos deprimirmos do nada são os motivos que desconhecemos. Mesmo que seja um motivo de há anos, é agonizante esta sensação. Mas é tal e qual como descreveste: estou bué de bem com a vida e do nada puf! enrasco-me na concha e fico desligada do mundo por horas ou mesmo dias!

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  13. De uma pessoa que aterrou aqui vinda de pára-quedas... Assustei-me com o ponto 5, ate continuar a ler...
    Quanto a adivinhar as idades, conheço pessoas que dizem isso e depois quando tentam adivinhar a minha, fico sempre mais nova :D

    ResponderEliminar
  14. Percebo bem o ponto 4, toda a minha vida senti isso. Depois, de repente, passou. Posso ter uns dias mais irritados, mas o estado depressivo que sentia desapareceu. Se soubesse o que me "curou" partilhava contigo, assim fico à espera da tal publicação.

    Quanto ao 3, a mim perguntam-me montes de vezes se sou russa ou ucraniana. Não há paciência!

    ResponderEliminar
  15. Acho que as nossas únicas parecencas nestes factos são o ódio por palhaços e a aparência multinacional (acham-me sempre inglesa ou do norte da Europa) :)

    ResponderEliminar
  16. Acho que não és o único. Eu também não acho piada nenhuma aos palhaços. É um bocado como o circo - teve algum interesse enquanto era miúda e a escola levava-nos... mas isto tudo já lá vai aos anos.

    Deu para rir um pouco com o teu terceiro tópico, especialmente porque eu literalmente digo isso, mas da minha mãe. A mim custa-me imenso ganhar alguma cor por mais Sol que apanhe - o mais provavelmente é apanhar um escaldão - mas a minha mãe fica morena muito facilmente.

    Compreendo perfeitamente o que tu disseste no quarto ponto. É como se houvesse um curto circuito nas sinapses no nosso cérebro, e num segundo passamos de um ataque de riso para um estado totalmente de apatia. E honestamente ainda não conseguir compreender como é que isto acontece.

    ResponderEliminar
  17. Gostei da curiosidade de que acertas na idade das pessoas.. achei mesmo engraçado.. :D

    ResponderEliminar
  18. Conheço esse "efeito chamuça": basta ficar um poquinho ao sol que tosto logo. E também já me perguntaram se era de uma data de nacionalidades diferentes, entre sul-africana e (meia) indiana =P
    ***

    ResponderEliminar
  19. O teu último ponto: clap clap clap :p
    Morri a rir. Não sei como, depois de tanto sacrifício, não vês que as cores são diferentes. Então? :p
    Também odeio palhaços no sentido que descreveste. Epah não consigo, não suporto. Irritam-me, tiram-me do sério e nem sei bem porquê. E quanto à idade, duvido que acertasses na minha. Até hoje nunca ninguém acertou. E já tentaram muitas vezes ahah :p
    xx, Ana

    The Insomniac Owl Blog

    ResponderEliminar
  20. Também sou como tu em relação aos palhaços, lembro-me que detestava ir ao circo quando era miúda, e a minha mãe (para mal dos meus pecados) arranjava sempre bilhetes de borla todos os santos Natais! Quanto à aparência multicultural é terrível, também me perguntam muitas vezes de que país é que sou (principalmente os turistas). E a grande desvantagem é que acabas sempre por ter de dar indicações em inglês ahah

    ResponderEliminar
  21. Acho que não temos nenhum facto em comum, mas achei os teus bastante curiosos! :D
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  22. Medo de palhaços, SIM. Obrigada por não me fazeres sentir uma anormal. Acho-os estúpidos, antiquados e muitas vezes assustadores. Quanto às mudanças de estado de espírito, sou assim desde miúda. Achava que era algo da adolescência, mas a minha mãe diz-me que desde sempre fui assim, que já em criança tinha alterações de humor que nem ela percebia. Com a adolescência agravou muito e desde a passagem para a idade adulta que tenho conseguido controlar melhor isso, ou disfarçar melhor (não demonstrar tanto). Mas acontece-me muitas vezes, algo que se relaciona também com o facto de ser uma pessoa naturalmente insatisfeita com tudo (mas já aceitei isto e vivo bem com a insatisfação constante). Gostava que escrevesses sobre isso, fico à espera do post.
    E TU SIM és um bom namorado, dos que se sacrifica. O meu, se percebe que quero ir a uma loja, é o descalabro. É que nem dá espaço de manobra, fica logo com ar aborrecido ANTES de passarmos a entrada. Tu não, és empenhado, até a uma loja de maquilhagem vais. Até tu a compras. Incrível!

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...