Pages

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

TGW Presents: Top 10 EP's of 2O15


A lista de hoje poderia ser uma extensão do "TOP 10 UNDERRATED SINGLESvisto que praticamente nenhum dos cantores que escolhi são conhecidos do grande público. Só demonstra aquilo que referi na publicação de ontem, "popularidade nem sempre é sinónimo de qualidade". 

Não me canso de dizê-lo, 2015 foi um excelente ano na indústria musical. Não me lembro da última vez que houve uma fornada tão extensa e variada, tanto de canções como de álbuns e EP's, de alta qualidade. 

Saliento, novamente, que o critério principal na selecção de trabalhos para o TOP 10, provém única e exclusivamente do meu gosto pessoal, tendo em conta aquilo que ouvi. Até pode ter sido lançado um EP fenomenal de um cantor qualquer, mas se não o ouvi, é evidente que não o posso colocar na lista.

MENÇÕES HONROSAS: Hailee Steinfield - "HAIZ" | DNCE - "SWAAY" | ASTR - "Homecoming" | Romans - "Overthinking Part. 1" | Grace - "Memo" | Léon - "Treasure".


.10.. Bebe Rexha  I Don't Wanna Grow Up

O nome Bebe Rexha até pode não vos dizer nada, mas de certeza que já ouviram alguns dos seus hits. A cantora e compositora de 25 anos tem estado a lutar por uma carreira há alguns anos, mas só em 2015 conseguiu alcançar um certo reconhecimento, especialmente com a colaboração na faixa "Hey Mama" do David Guetta, e com o seu EP de estreia, "I Don't Wanna Grow Up". Composto por cinco canções banhadas em POP e sintetizadores pulsantes, nem sei de qual gosto mais, se do estrondoso primeiro single "I Can't Stop Drinking About You" ou do rebelde "I'm Gonna Show You Crazy".



..9.. Zara Larsson  Uncover
MUST LISTEN: ROOFTOP | I WANNA BE YOUR BABY | NEVER GONNA DIE | UNCOVER

Ano após ano a conquistar os top's Suecos, a Zara Larsson finalmente aventurou-se por terras do Uncle Sam e lançou o seu primeiro EP "Uncover". Composto por seis dos seus hits (três deles versões alternativas), foi com imensa pena que não encontrei a "Lush Life" entre as escolhidas. Ainda assim, deliciou-nos com uma "Wanna Be Your Baby" à la anos 80 e a "Never Gonna Die" com vibe à Rihanna. Com o sucesso comercial Europeu da "Never Forget You" em parceria com o MNEK, não tenho dúvidas que a jovem cantora da Escandinavia se vai tornar numa estrela internacional.



..8.. Bonnie McKee  Bombastic

Responsável por ter escrito 6 nº1's da Katy Perry ("California Gurls", "Teenage Dream", "Last Friday Night", "Roar" e "Part of Me"), a "Hold It Against Me" da Britney Spears, e mais uns quantos para outros artistas, a mesma sorte não se aplica à sua carreira de vocalista. Decidida a não desistir, a cantora-compositora lançou o EP "Bombastic", representando fielmente a essência da música POP: melodias poderosas, vocais fortes, e letras fantásticas. Numa ode clara à era disco dos anos 80, aos meus olhos a Bonnie McKee é uma vencedora.



..7.. Kelela — Hallucinogen
MUST LISTENA MESSAGE | REWIND | THE HIGH

Após estrelar a tão desejada lista de apostas da BBC e de partilhar a mixtape "CUT 4 ME", a norte-americana Kelela lançou o tão aguardado EP, "Hallucinogen". Embora as suas influências sejam bastante evidentes — Janet Jackson, FKA Twigs, The Weeknd — a cantora consegue superar quaisquer eventuais acusações de imitação através da sua capacidade de inovação e experimentação com diferentes sons. Considerado por muitos como um dos melhores trabalhos de 2015, "Hallucinogen" encontrou o equilíbrio perfeito entre auto-confiança e sensualidade.



..6.. Lauv  Lost In The Light

Numa tarde em que estava saturado da infinita lista de músicas do meu iTunes, resolvi efectuar uma mini-expedição online e encontrei uma mina de ouro, Ari Leff, conhecido por Lauv. Nunca tinha ouvido falar dele mas bastou-me ouvir a "Reforget" para me converter aos seus encantos musicais. O EP de estreia chegou, oficialmente, em Setembro, e é francamente bom. A colecção de faixas é marcada por uma produção sublime, melodias crescentes, e letras que remetem para sentimentos de introspecção, sem nunca se tornarem deprimentes. Se pensarmos que ele produziu as músicas todas e ajudou a escrevê-las, é no mínimo impressionante.


..5.. MNEK  Small Talk

O britânico Uzo Emenike ou MNEK, está finalmente a cair nas bocas do mundo. Tendo cantado para músicas de Duke Dumont, Gorgon City, Rudimental e participar da produção do disco "Rebel Heart" da Madonna, lançou por fim o EP de estreia, "Small Talk". Além de um compositor extremamente talentoso, tem uma das vozes mais poderosas da actualidade. É sem quaisquer surpresas que me deparei com um trabalho rico em melodias viciantes e influências no disco house, soul, funk dos anos 90 e sintetizadores. Simplesmente brilhante.



..4.. Annie — Endless Vacation
MUST LISTEN: CARA MIA | DADADAY | OUT OF REACH | WORKX2

Sem qualquer aviso prévio, a Norueguesa Annie voltou, depois de uma pausa de dois anos, com um dos melhores projectos POP do ano. Produzido por Richard X, "Endless Vacation" transporta-nos para uma praia num destino paradisíaco, fazendo jus ao título do EP. Perdi a conta à quantidade de vezes que ouvi a tropical "Cara Mia" e pensei "epá o início da 'Dadaday' parece mesmo a 'Isla Bonita' da Madonna". Se estão cansados do frio, não se sentem junto à lareira, ouço antes estas quatro canções que ficam logo prontos para o Verão.



..3.. Allie X  CollXtion I
MUST LISTEN: SANCTUARY | CATCH | BITCH | HELLO | PRIME

Passou um ano desde que a Allie X surgiu com os fantásticos singles "Catch", "Prime" e "Bitch", e não percebo como é que continua no anonimato. A cantora canadiana lançou o seu primeiro trabalho, "Collxtion I" em 2015, e desde então caiu nas graças dos críticos da blogosfera internacional graças à sua potencia vocal e visuais criativos. A colectânea de canções é sofisticada, coesa, provocadora e o sonho de qualquer amante de música POP. Digamos que se a Lady Gaga e a Kate Bush tivessem uma filha, seria a Allie X. Não é todos os dias que encontramos uma visionária assim, ainda para mais quando nos oferece de bandeja um dos melhores EP's do ano. Preciso de um álbum de 20 canções para ontem.




..2.. Kylie Minogue  Kylie + Garibay
MUST LISTEN: IF I CAN'T HAVE YOU (feat. Sam Sparro) | BLACK AND WHITE (feat. Shaggy) | YOUR BODY

Nunca pensei colocar a Kylie Minogue numa lista de favoritos, ainda para mais em segundo lugar. Embora aprecie alguns singles mais conhecidos, nunca me considerei propriamente um fã. Dito isto, a segunda colaboração com o produtor Fernando Garibay provou ser um verdadeiro homerun para a cantora Australiana. Em comparação ao EP "Sleepwalker" de 2014, este é mais livre e animado, encaixando perfeitamente na prateleira de canções electro-pop futuristas a que a Kylie nos habituou nos últimos anos. É impossível ouvir o refrão da "Black and White" sem mexer pelo menos um dos pés.




..1.. ZHU  Genesis Series
MUST LISTEN: WORKING FOR IT | AUTOMATIC | MODERN CONVERSATION | HOLD UP, WAIT A MINUTE! |

Depois de brilhar nos Grammy's de 2014 com a música "Faded", o jovem produtor e DJ americano Steven Zhu (conhecido por ZHU), está de volta com o seu melhor trabalho até à data. Em 2015 deu início ao projecto Genesis Series, uma compilação de faixas que contam com a colaboração de Skrillex ("Working For It"), AlunaGeorge ("Automatic"), A-Track ("As Crazy As It Is"), Gallant ("Testarossa Music"), entre outros. O produto final é um set inovador. Misturando os mais variados estilos musicais desde dance, house, jazz, R&B até reggae, é impressionante como se conectam tão bem. Genious!


Conheciam algum dos cantores? Quais são os vossos favoritos?

6 comentários:

  1. Se calhar percebi mal aquilo que querias ter escrito (muito provável) mas a Zara Larsson já tinha esse EP lançado há uns aninhos. Sem exagero eu ouvi todas essas músicas em 2013! Compreendi mal? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O álbum de estreia da Zara foi lançado em Outubro de 2014. Três meses depois, em Janeiro de 2015, seguiu-se o EP "Uncover" que continha seis faixas (três delas versões alternativas) do trabalho anterior.

      Acho que a tua confusão se deve ao facto de alguns singles "soltos" terem sido divulgadas há mais tempo, mas lançados oficialmente e reunidos em formato de álbum ou neste caso, EP, só mesmo nas datas que referi :)

      Eliminar
    2. Ahhh, está explicado! Obrigada :)

      Eliminar
  2. Do teu TOP10 conheço apenas a Zara e adorei o seu álbum de estreia, o "1". Foi uma grande descoberta. Vou ouvir um pouco dos outros artistas que aqui mencionaste, talvez goste de algo :D

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia nenhum deles, nem nenhuma música (sou um bocado estúpida no que diz respeito a este tipo de música xD). Não fazem o meu género mas se calhar se ouvisse assim mais recorrentemente até passava a gostar q.b :p

    r: se gostas de dramas ias mesmo adorar este livro da Danielle Steel :) é drama do principio ao fim!

    ResponderEliminar
  4. Oi, oi!

    Realmente tu tá certo: nem sempre ser conhecido quer dizer que o trabalho é bom. Vejo tanta gente desconhecida fazendo um tão tão bom...

    Da tua lista, eu conheço alguns e não posso deixar de ficar com a Kylie. Ela simplesmente arrasou em 2015. Amo demais! <3

    Não me venha com desculpas

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...