Pages

domingo, 3 de janeiro de 2016

TGW Presents: Top 10 Animated Movies of 2O15

Se o "TOP 10 UNDERRATED SINGLES" foi pensado e trabalhado ao longo de dois meses, com a colectânea de hoje aconteceu exactamente o oposto. Enquanto seleccionava os meu filmes favoritos do ano, apercebi-me que os de animação estavam a ser negligenciados em prol das longas-metragens com pessoas de carne e osso. Felizmente assisti a um número de películas animadas suficiente para uma sub-lista inteiramente dedicada a esta temática.

Para serem elegíveis a um lugar no TOP 10 é necessário que as obras tenham sido oficialmente lançadas no ano em questão. Quer isto dizer que se um filme estrear nos Estados Unidos em 2014 mas só chegar às salas de cinema portuguesas em 2015, já não entra. Quanto ao processo de hierarquização, é o resultado de gosto pessoal e atenção às questões técnicas. É certo que não sou um entendido, mas gosto de apreciar todos os elementos para além da narrativa.

Sem mais esclarecimentos, passemos à minha lista dos "10 Melhores Filmes de Animação de 2015".

.10.. Strange Magic
NOTA: 3/10 | TRAILER: AQUI

Baseado na peça teatral A Midsummer Night's Dream de William Shakespeare, o único motivo pelo qual "Strange Magic" se encontra na lista é muito simples: não vi mais nenhum filme de animação. Esta fábula musical apresenta-nos um conflito territorial entre fadas, elfos, duendes e diabretes, para obterem uma poderosa poção. Simultaneamente, somos forçados a ouvir versões absolutamente intragáveis de canções populares dos últimos 60 anos como a "Can't Help Falling in Love" do Elvis Presley e a "Stronger (What Doesn't Kill You)" da Kelly Clarkson. A animação não é má, mas o facto de ser um musical é completamente despropositado. 

..9.. Albert
NOTA: 4/10 | TRAILER: AQUI

Albert vive em Kalleby, na província dinamarquesa, e está constantemente a arranjar sarilhos. Certo dia,  ao destruir um dos marcos históricos da pequena cidade  a estátua de um capitão de balão de ar quente — a revolta dos habitantes leva-o a embarcar numa aventura com o seu melhor amigo Egon, para encontrar um balão verdadeiro. Durante a viagem os dois rapazes cruzam-se com ladrões e ciganos, acabando por alterar os seus planos. Inspirado no livro do mesmo nome do autor dinamarquês Ole Lund Kirkegaard, o fluxo da narrativa é irregular e a animação por vezes parece rudimentar. Deduzo que seja intencional, mas os movimentos bruscos das personagens são bastante artificiais. 

..8.. Home
NOTA: 5/10 | TRAILER: AQUI

Num futuro não muito distante, o planeta Terra é invadido por uma raça alienígena chamada Boov. Enquanto capturam todos os humanos e os transferem para um lugar deserto, Tip, uma rapariga destemida, consegue escapar e vê-se acidentalmente com um aliado incomum: Oh, um pequeno alien expatriado pela sua própria raça. "Home" tem mensagens importantes como "conquistar os teus medos" e "sê tu próprio", mas infelizmente não passa disso. A escolha da Rihanna para dar voz à protagonista foi a pior decisão de sempre, e o uso excessivo das mesmas três canções durante o filme inteiro deram comigo em doido. Sim, é colorido, e provavelmente vai encantar as crianças, mas não há nada de especial nesta produção.

..7.. Minions
NOTA: 5/10 | TRAILER: AQUI

"Minions" conta a história da evolução dos seres amarelos desde os primórdios dos tempos, e a sua longa busca por um amo. Três deles  Kevin, Bob e Dave  viajam até Orlando (EUA) para uma convenção de vilões onde encontram Scarlett Overkill, a primeira supervilã do mundo. Convencidos de que encontram a chefe perfeita, vão trabalhar para ela em Londres (Inglaterra). Ugh, já não posso ver estas criaturas à minha frente. Adorei-os no "Despicable Me" porque vinham em pequenas doses, mas um filme inteiro dedicado a eles? Não obrigado. Foi um êxito estrondoso de bilheteira, mas todos sabemos que isso não é sinónimo de qualidade. A parte inicial foi criativa mas depressa perdeu o interesse, e a comédia foi escassa. Tenho a certeza que vão transformar os Mínimos numa franchise digna de um catálogo à la Fast and Furious, mas para o bem da humanidade, os produtores precisam ser parados.

..6.. Hotel Transylvania 2
NOTA: 6/10 | TRAILER: AQUI

Sete anos após a acção do primeiro filme, o Drácula resolve pedir ajuda aos seus amigos para trazerem ao de cima o monstro no seu neto híbrido (metade humano, metade vampiro), a fim de manter a filha Mavis de deixar o hotel. Não é o melhor filme de animação do mundo, mas conseguiu manter o mesmo nível de qualidade entre o original e a sequela. É certo que desta vez o enredo foi um pouco preguiçoso, mas com elementos de humor certeiros, estão perdoados. As personagens são amorosas e adoro o facto da "lobismulher" Wanda estar constantemente grávida.

..5.. The Peanuts Movie
NOTA: 7/10 | TRAILER: AQUI

Uma menina ruiva muda-se para o seu bairro e o pequeno Charlie Brown apaixona-se. Decidido a provar o seu valor, mete-se numa série de novas e disparatadas actividades na esperança de receber a atenção da rapariga. Sinceramente nunca fui grande fã do Snoopy, tanto que no início do filme estava bastante aborrecido. Rapidamente tudo mudou e adorei o resultado final. Combinando as actuais técnicas de animação com o tipo de narração típico da BD original criada nos anos 1940 por Charles M. Schulz, é uma comédia para toda a família. 

..4.. The Good Dinosaur
NOTA: 7/10 | TRAILER: AQUI

Como seria o Mundo se o asteróide que chocou com a Terra há aproximadamente 65 milhões de anos tivesse passado ao lado? A premissa de "Good Dinosaur" ocorre neste cenário hipotético em que os dinossauros e humanos têm os seus papéis invertidos, no que diz respeito ao intelecto. A história centra-se na amizade entre Arlo, um jovem e pacífico apatossauro, e Spot, uma pequena cria de Homo Sapiens. Juntos vão enfrentar perigos, aventuras e perceber que apesar das diferenças iniciais, são ligados pelo enorme sentimento de companheirismo, generosidade e confiança. Se este filme não fosse lançado no mesmo ano que o "Inside Out", aposto que varria a competição nas cerimónias de prémios. Do ponto de vista técnico está perfeito. A animação fotorrealista, confundiu-me de tal maneira que muitas vezes questionei se não se tratava de imagem real. Com personagens introduzidas (algumas delas amorosas) com a mesma rapidez com que são descartadas, fiquei frustrado ao constatar que não aproveitaram ao máximo o potencial enorme da narrativa. Dito isto, não consegui deixar de verter uma lágrima no final. Merece com toda a certeza um lugar entre as melhores produções de animação do ano.

..3.. Inside Out
NOTA: 8/10 | TRAILER: AQUI

A história centra-se no que se passa dentro da cabeça de Riley, uma menina de 11 anos que se mudou para San Francisco com a família. A Alegria, o Medo, a Raiva, a Repulsa e a Tristeza são as cinco emoções que vivem no quartel-general do seu cérebro, onde a primeira - a capitã - tenta equilibrar os estados de espírito, ao mesmo tempo que tenta fazer com que a vida de Riley nunca deixe de ser feliz. Um dos aspectos que mais me fascinou nesta história foi a maneira simples e eficaz com que o público se apercebe que sem a tristeza as nossas emoções não funcionam correctamente. Como referi na minha crítica completa (AQUI), "conceito de 'Inside Out' ganha pela criatividade e por uma narrativa cuidada que nos deixa a pensar." Tenho quase a certeza que será o vencedor do Globo de Ouro de "Melhor Filme de Animação", mas por muito que tenha gostado desta obra, não seria o meu escolhido.

..2.. Anomalisa
NOTA: 9/10 | TRAILER: AQUI

Vencedor do Grande Prémio do Júri no Festival de Veneza, "Anomalisa", conta a história de um homem derrotado pela banalidade da vida. Enquanto Michael Stone, um célebre orador motivacional, viaja pelo país para ajudar outras pessoas, a sua vida torna-se vazia e sem sentido. Preso a uma existência monótona, onde as pessoas literalmente se parece e soam idênticas, tudo muda quando, certo dia, uma voz feminina capta a sua atenção. Fascinado de tal maneira por Lisa, Michael está disposto a largar a mulher e o filho e fugir com a jovem em busca de um futuro melhor. Se não fosse a conotação emocional com o "Principezinho", este seria de longe o primeiro classificado da minha lista. 

Feito em stop-motion, "Anomalisa" é uma obra desconcertante por ser simultaneamente ficcional e demasiado realista. O facto de ser uma animação ajuda a criar uma certa distância com o espectador e a realidade, mas os "bonecos" que representam as personagens não são aqueles a que estamos habituados. Réplicas quase perfeitas em miniatura com linhas na cara, sugerem uma "máscara social", que muitos de nós usamos no nosso dia-a-dia. A complexidade das relações humanas e as subtilezas do quotidiano  desde conversa fiada com um taxista a cenas de cariz sexual (os bonecos têm cenas de nu frontal) —, são absolutamente geniais. Considerando os nomeados, o meu voto para o Globo vai para esta produção de Charlie Kaufman.

..1.. The Little Prince
NOTA: 9/10 | TRAILER: AQUI

O filme conta a história de uma menina que vive com a sua mãe, uma mulher obcecada com o futuro da filha, e que definiu antecipadamente uma rotina diária repleta de actividades para que a criança seja aprovada numa escola conceituada. Certo dia, a menina conhece o vizinho, um antigo aviador que lhe conta a história de como, em pleno deserto, um principezinho lhe disse que vivia num asteróide com a sua rosa. Pela primeira vez, a criança faz um amigo e percebe o verdadeiro significado da amizade. Assisti à ante-estreia e se leram a minha crítica completa (AQUI), sabem que não lhe poupei elogios. Desde possuir dois tipos de animação distintos (digital e stop motion), uma banda sonora impecável e com uma mensagem muito importante: valorizar o amor, amizade e as memórias que "são como um portal capaz de nos transportar até aos momentos mais felizes da nossa vida". É uma afronta não ter recebido uma única nomeação para os Globos de Ouro, e temo que o mesmo vá acontecer com os Óscares. 



Já viram os filmes todos? Quais foram os vossos favoritos do ano?

16 comentários:

  1. Olá Ricardo!
    Tens aqui muitos filmes que tenho uma enorme curiosidade em ver, como o "Inside Out" ou o "The Peanuts Movie"! Na minha opinião, o melhor filme de animação lançado em 2015 foi, sem dúvida, o dos Minions. Não fazes ideia de como eu amo aquelas criaturas! Ahahah! :D
    Beijinhos grandes e muitas felicidades! <3
    chamammepequenita.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Vi Home, Inside Out e o Principezinho. E adorei cada um deles. O Peanuts é o próximo da minha lista, sem qualquer dúvida.

    ResponderEliminar
  3. Tenho mesmo que ver o teu top 3 - os filmes de animação não costumam ser a minha praia, por isso comprometer-me com mais do que isso seria utopia :p mas não conhecia o Anomalisa, só que fiquei mesmo curiosa com a tua review!

    Jiji

    ResponderEliminar
  4. Até tenho vergonha de dizer mas só vi os Minions... Além disso mencionaste muitos eu nem conhecia, já vou ter com que me entreter =)

    ResponderEliminar
  5. Vi metade destes filmes e gostei de todos eles!! A verdade é que nunca somos demasiado velhos para filmes de animação (:
    Grande beijinho,
    Madalena

    www.maadalenaaa.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Com muita vergonha tenho que confessar que ainda só vi o filme dos Minions. Há alguns desses que estão na minha lista mas estão aqui outros que nem sequer tinha ouvido falar, admito!

    ResponderEliminar
  7. Quero tanto ver os filme dos Peanuts! Eu por acaso sou super fã do Snoopy, adoro! :p
    Se até tu que não és fã, gostaste do filme, também devo gostar :p
    xoxo, Ana

    The Insomniac Owl Blog

    ResponderEliminar
  8. Desde que me iniciei no mundo das séries que os filmes começaram a ficar de lado e este ano foram poucos os filmes que vi, então de animação nem se fala. Sinceramente, só me lembro de ver 2. Os Minions é um deles.

    ResponderEliminar
  9. Estou super descuidada no que toca a filmes! Tenho visto super poucos.. Da tua lista só vi os Minions e o Inside Out! :/
    Tenho de conseguir ver mais filmes no próximo ano, sem dúvida!

    ResponderEliminar
  10. Não assisti esses filmes ainda, mas parecem bons <3

    www.luizlacks.com

    ResponderEliminar
  11. Também amei o Little Prince :')) foi mesmo lindo e fofo, gosh.
    Há alguns aí que tenho definitivamente de ver *

    ResponderEliminar
  12. Faz-me um bocado confusão como um filme extremamente infantil e sem história para se sustentar, como os Minions, tenha mais fãs que filmes como O Principezinho. É só porque a distribuidora não é a Disney? Não compreendo.
    Entristece-me um pouco ver que na animação a história é totalmente descartada em prol do quão "fofinhas" são as criaturas. Acho que qualquer pessoa que tenha visto O Principezinho no cinema sabe perfeitamente o quanto os mais novos ficaram encantados com a história, sem contar que saíram de lá a fazer perguntas e a puxar pela cabeça. Mas claro que Minions é mais fácil. É o MacDonald's da animação. É uma merda, não tem benefícios nenhuns mas toda a gente come porque é de acesso fácil.
    É por coisas destas que a animação é vista como "coisa para crianças" em vez de um género cinematográfico com valor.

    ResponderEliminar
  13. Oi, oi.

    De todos, o meu preferido é "Os minions", tanto é que tenho um bonequinho na minha mesinha como decoração. <3 Achei a história tão fofa e divertida.

    Não me venha com desculpas

    ResponderEliminar
  14. Eu tenho, definitivamente, de meter a minha lista cinematográfica em ordem! Destes ainda só vi o Home e os Minions! Quero imenso ver o Inside Out, Hotel Transilvânia 2 e O Principezinho :D

    ResponderEliminar
  15. The Little Prince e Insoud Out são realmente muito bons.. :D

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...