Pages

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Já chega, não? | Don't follow back? Bye


Como reza a tradição, chegou a hora de mais um "Já chega, não?". Sendo o primeiro do ano, parece-me oportuno relembrar que este é um segmento mensal dedicado a críticas à blogosfera ou sociedade em geral. Não é um espaço de maldade ou capítulos soltos de um "burn book" à la Mean Girls, mas sim de diálogo e possível evolução (se for caso para isso). O tema de hoje é algo com que todos nós estamos familiarizados, unfollowers.

Qualquer pessoa com presença online, sabe que uma das formas mais eficazes de saber se o nosso conteúdo chega a alguém, é através dos seguidores. Especialmente no blogspot, por muitas visitas ou comentários que possamos receber, se forem feitos ao acaso, não há garantias de que possam voltar à nossa página. Independentemente dos motivos que nos levam a seguir alguém, (os meus são estes AQUI), a partir do momento em que o faço, é como se estivesse a dar o meu carimbo de qualidade à página.

É importante perceber que da mesma maneira que temos o direito de seguir quem quisermos, o mesmo aplica-se na situação inversa. Confesso que só o fiz uma única vez e porque a pessoa em questão deu uma volta de 180º ao conteúdo, transformando-se numa espécie de confessionário sexual a tempo inteiro. Não sou nenhum pudico, mas digamos que não é esse tipo de leituras que procuro nesta plataforma.

Já perdi uns quantos seguidores aqui no Ghostly Walker  ainda esta semana foi um  e embora seja irritante, a vida continua. O problema é quando alguém o faz só porque não seguimos o blog de volta. Se têm like na página do facebook já sabem desta história, mas basicamente isto aconteceu-me no final de Dezembro. Juntem-se crianças, está na hora do conto.

Era uma vez um daqueles comentadores migratórios (bastante conhecido por muitos de vocês, embora permaneça no anonimato) que aqui vinha quando as estações se alteravam. Numa dessas visitas, deixou a sua opinião que, diga-se de passagem, raramente ultrapassava cinco palavras, e seguiu-me. Passou-se um dia e já tinha levantado voo. Estando numa altura parada, não foi propriamente difícil perceber quem tinha sido o(a) Judas. Para me assegurar que não eram macaquinhos da minha cabeça, resolvi fazer uma pequena experiência: segui-o(a). O relógio não andou mais que duas horas e já tinha voltado ao mesmo número de seguidores. A audácia daquele ser foi tal que teve o descaramento de comentar outro post como se nada fosse. Concluída a minha mini-investigação, dei um unfollow que foi imediatamente correspondido, e fiquei seriamente na dúvida se aquele teria sido o primeiro ataque da ave rara. Vitória, vitória, acabou a nossa história. Dado o teor infantil da sequência de eventos, pareceu-me apropriada a temática.

Esta situação é o pão nosso de cada dia no Instagram mas ao menos está à distância de um mero clique. Pensar que alguém se dá ao trabalho de ir à homepage, depois a lista de leituras onde vai ter que encontrar, no meio de centenas, o terrível blog que cometeu o crime de não os seguir de volta, é no mínimo patético. Uma coisa é já não se identificar/gostar do blogger e/ou respectivo conteúdo, outra é iniciar uma missão criançolas de vingança só porque não teve o que queria. Que pessoa tão, tão triste.

Por incrível que pareça, este tipo de coisas acontece imensas vezes e por baixo dos nossos narizes. Quantas vezes não perdem seguidores e perguntam-se "porquê?". Agora têm outra razão para juntar à vossa lista de possibilidades. Compreendo o entusiasmo e desejo de ver os números a aumentarem  acreditem que faço uma festa sempre que recebo um  mas daí a vender a alma ao diabo vai uma diferença. Posso demorar mais a ganhá-los mas ao menos sei que cada seguidor é genuíno e não veio cá parar por uma troca de favores.

A seguir ainda há um nível pior, as pessoas que instalam programas para ganhar "seguidores fantasma" ou os compram. Sim, se não sabiam desta prática, tenho-vos a dizer que além de não ser nenhuma novidade, é algo cada vez mais comum. A moda começou no tumblr e espalhou-se para o instagram, onde existem contas com 9999 seguidores e fotografias que se ficam pelos 100 likes. Não faz sentido. Não me admira que o blogspot seja o próximo.


Já passaram por uma situação destas? 
Deixam de seguir quem não vos segue de volta? E comprar seguidores, yay or nay?

34 comentários:

  1. nay! não faz sentido comprar seguidores! Se é para ter followers, que sejam genuinos e que gostem realmente do que publicamos! E não deixo de seguir quem não me segue de volta. Quando sigo é porque gosto dos conteúdos e quando deixar de gostar, "des-sigo". Se a pessoa me segue ou não, é lá com ela.

    ResponderEliminar
  2. Pessoas assim só tornam a blogosfera mais pobre. Elimino algumas vezes blog's que sigo mas é por uma das razões que disseste: o conteúdo já não me interessa ou então o abandono do blog. Acho uma falta de respeito quem deixa de seguir só porque não o retribuímos.
    Nós queremos seguidores genuínos e verdadeiros. Para que queremos 200 seguidores se só 10 deles nos acompanham verdadeiramente?!

    ResponderEliminar
  3. Olha, estive quase a escrever um post semelhante. Irrita tanto a mediocridade das pessoas que só seguem para ser seguidas de volta e fazem unfollow quando isso não acontece! Acho que estão tão desesperados por seguidores que não percebem que, se o sistema for a troca de followers, ninguém lê o blog de ninguém. Que me interessa ter mil seguidores se os consegui a pedinchar e não por uma apreciação genuína do meu conteúdo? (A propósito, esta semana perdi dois e pensei que fossem desses revoltados, mas como vi muita gente a queixar-se do mesmo acho que foi problema do Blogger.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois por acaso tenho visto pessoas a queixarem-se disso, mas há sempre quem aproveite estas ocasiões para sair pela calada.

      Eliminar
  4. Ao menos podia ter-se dado ao trabalho de disfarçar um bocadinho para que não parecesse tão óbvio. Nunca me senti na obrigação de seguir de volta quem me começa a seguir. Só sigo quando gosto do blogue em questão e me identifico de alguma forma com o conteúdo. Acredito que muitos me deixem de seguir só porque não segui de volta e quando assim o é, então olha que façam muito boa viagem porque seguidores desses também não fazem grande falta.

    Quanto às tuas questões: nunca deixei de seguir por não me seguirem de volta; só deixo de seguir se começar a não achar grande piada ao blogue. Um grande nay para a compra de seguidores!

    ResponderEliminar
  5. Ahah confesso que não consigo deixar de achar piada a estas coisas - e honestamente não me faz muita diferença. Gosto de ver o número de seguidores a crescer, óbvio, porque é sinal que o que faço tem interesse para alguém, mas os "segues de volta?" ou coisas do género...não dá. Não consigo. Sigo de volta, se o conteúdo for interessante. Tal como sigo blogguers e comneto blogs que nunca na vida me vão seguir de volta ou comentar o meu conteúdo, mas, who cares? Se eu ando por aí a ler blogs, quero ler coisas de que gosto, independentemente de me "devolverem o favor" ou não. Isto é capaz de ser a vantagem de já andar a seguir blogs e a devorar a blogosfera muito antes de ter um blog - ganha-se uma certa insensibilidade a essas coisas lool

    Jiji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No momento em que fiz a minha pequena "experiência" confesso que me cheguei a rir de tão desesperada aquela pessoa estava. No entanto, não consigo deixar de ficar irritado com atitudes tão infantis como esta.

      Eliminar
  6. Possivelmente já passei por uma situação dessas, mas nunca ando muito atenta a quem me segue ou deixa de seguir... Confesso que já me preocupei bastante mais com isso mas, após quase 7 anos de blogosfera, se as contas não me falham, aprendi a desvalorizar... :/
    Não deixo de seguir quem não me segue de volta, de todo. Da mesma maneira que não sigo de volta quem me segue. Tenho de gostar dos blogues que sigo, ainda que nem sempre tenha a oportunidade de o dizer sob a forma de um comentário.
    Relativamente à compra de seguidores... Really? :o Não estava alerta +para essa situação, confesso.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É possível que seja por causa do tempo, se bem que ando por estas bandas desde 2007 e ainda fico irritado. De qualquer forma, depende dos motivos das pessoas, se for por não terem seguido de volta, é frustrante.

      Eliminar
  7. Esta é das lógicas mais estúpidas de sempre: "vou seguir esta pessoa para ver se me segue de volta"... sigo as pessoas porque gosto dos conteúdos que publica, porque me sinto identificada, etc. Se estivesse à espera que esta me seguisse de volta não seguiria ninguém...

    No instagram a história é igual... E quando vem uma página de alguém "famoso" na rede social que tem mais de 1000 seguidores a pedir para te seguir?!?!? Obviamente que apenas quer que sigas de volta para amealhar mais uns quantos seguidores... triste, no mínimo!

    P.s: pela lógica destas pessoas esta é a ultima vez que venho ao teu blog :p

    ResponderEliminar
  8. Ai, como te percebo. Eu adoro que me sigam, óbvio, no entanto, francamente, a única vez que deixei de ser seguida, não sei por quem foi, não consigo lembrar-me de todas as pessoas que me seguem. Mas fiquei triste.
    Possivelmente foi um caso destes, por não ter seguido de volta, mas como tu, só sigo blogues que me interessam, independentemente de me seguirem de volta, ou não!!

    Espero bem que a moda dos seguidores fantasmas não pegue aqui, haja paciência. Nem entendo isso. Quero gente que me siga porque acha o meu blogue bom e não para ver montes de gente a "seguir-me" que nunca vê nada do que faço -.-

    ResponderEliminar
  9. Talvez seja desleixo da minha parte, mas eu não acompanho a entrada e saída de seguidores de uma forma tão apertada ao ponto de conseguir perceber quando e quem é esse ser que entra e sai. Vou acompanhando o meu número e fico sempre feliz quando cresce e faço questão de conhecer o meu novo seguidor (até porque é uma excelente oportunidade de conhecer novos blogues) mas quando ele decresce eu raramente consigo sequer desconfiar quem tenha sido. Limito-me a ficar triste por alguém ter deixado de se identificar com o que escrevo mas não consigo precisar esse tipo de unfollows que em casos como o Instagram são muito mais óbvios para mim.
    Aquilo que solenemente me irrita são os comentários promocionais, que já falaste noutra publicação. Os "Segui-te, segues-me de volta?" é o que verdadeiramente dá cabo de mim. E agora há outra tendência: os blogues estrangeiros virem comentar para a tua página dizendo "I love you", "You're soooo funny!" sem nunca terem posto um pé no nosso blogue e, com certeza absoluta, sem percebem uma ponta de fósforo do que escrevemos na nossa língua, seguindo-se sempre do "Follow back?". Tendências que, se pudesse erradicava-as de uma comunidade que gosto tanto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem necessariamente a ver com desleixo teu, como disse no texto, era uma altura parada - não ganhava seguidores há algum tempo - e só por isso é que consegui perceber facilmente quem tinha sido. As tentativas de interacção dos estrangeiros têm me entretido bastante ultimamente. São tão óbvios.

      Eliminar
  10. Já reparei nisso muitas vezes, principalmente no instagram. E é super irritante quando eu aceito e as pessoas deixam de seguir e voltam a fazer o pedido! Não se nota naaaaaaada que o que querem é seguidores :p
    Aqui no blog aconteceu-me poucas vezes isso, mas já me aconteceu. Normalmente é com aquelas pessoas que comentam "Segui. Segues de volta?". Mas bom, o importante é mesmo, como tu dizes, ter aqueles que nos seguem porque gostam verdadeiramente do nosso cantinho (:

    ResponderEliminar
  11. Como dizes, no instagram esta é uma prática muito comum e pela qual passamos muito frequentemente. No entanto, tal como tu, também já passei por isso algumas vezes aqui no blogspot e devo dizer que acho ridículo o trabalho a que as pessoas se dão para deixar de seguir um blog só porque o blogger não seguiu o dela. Quando sigo um blog normalmente leio alguns posts até que de alguma forma esse blog me cative a segui-lo. É óbvio que muitas vezes deixamos de nos identificar com o tipo de conteúdo de um certo blog e deixamos de segui-lo, mas isso é uma situação diferente porque aí demos o benefício da dúvida ao blog e disponibilizamos um pouquinho de tempo pelo menos para o ler.
    Não fazia a mínima ideia de que existiam programas para as pessoas terem seguidores fantasma. Sou mesmo inocentezinha em algumas matérias xD

    ResponderEliminar
  12. oi, oi.

    Ricardo, eu te entendo perfeitamente, inclusive iria escrever algo parecido qualquer dia desses, mas... pelo menos uso teu texto como base pro meu. :D

    pra falar a verdade, eu não ligo pra quantidade de seguidores. de vez em quando eu dou uma olhada no meu blog e vejo a quantidade e ok. não decoro cara e nem nada. às vezes me irrito com quem escreve duas linhas de comentários (nada a ver com o post, claro!) e no fim diz que seguiu o blog. pra mim, isso é o mesmo que pedir follow back.

    enfim, temos muito o que evoluir nessa blogosfera. parabéns pelo post! bem sucinto!

    abç!
    Não me venha com desculpas

    ResponderEliminar
  13. Eu já tinha vindo aqui comentar, mas por alguma razão deu erro (eu bem que tinha ficado com essa sensação). Bem, ainda não me aconteceu nada desse género porque sou nova nestas andanças, mas considero completamente ridículo deixarem de seguir porque não seguiste de volta - e ainda por cima nem disfarçou. Eu sigo blogues por duas razões: a primeira e mais comum, porque gosto genuinamente de os ler; a segunda, porque a pessoa me seguiu e até comenta e é super simpática, e eu lá vou ao seu blogue dar o meu singelo apoio seguindo-o também. Mesmo que o blogue em questão não seja exactamente o que gosto de ler, se vejo esforço investido dentro da área que abrangem (ou seja, se não for nenhuma treta pegada), então não me custa nada dar o meu apoio seguindo de volta. Não vem mal nenhum ao mundo por nos apoiarmos mutuamente, esta coisa dos seguidores dá sempre alguma credibilidade ao blogue. Mas sigo imensos blogues que nem sabem da minha existência - é perfeitamente normal e não me incomoda minimamente.
    E sabia da existência disso no instagram (de comprar seguidores), espero que não chegue ao blogger. A verdade é que os blogues de maior sucesso nem utilizam este widget.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Curiosamente os motivos que te levam a seguir um blog são praticamente idênticos aos meus. Também acompanho muitas páginas que nem sabem da minha existência e não me incomoda. Quando o apoio mútuo é genuíno, não vejo qualquer problema.

      Eliminar
  14. Eu por acaso já reparei em algumas situações do género quando as pessoas dizem "segui-te, segues também?" e depois deixo de ter mais um seguidor quando o faço. Eu tenho uma regra: nunca sigo quem me pede para seguir. Eu só sigo mesmo se gostar do blog e dos conteúdos. E fico sempre parva por saber que há tanta gente a fazer essas coisas...

    ResponderEliminar
  15. É que é mesmo o prato de cada dia, é o mais "normal" acontecer hoje em dia é teres 100 seguidores num período de tempo e no momento seguinte só já tens 90, e tu ficas sem saber o porque. Na verdade não sei porque é que isso acontece, pode ser pelo que tu disseste como pode haver outras mil coisas, mas mesmo assim fico sem perceber, qual é a cena de seguir e deixar de seguir ? (pior é quando acontece no mesmo dia) que podia apontar pelo facto da pessoa já não gostar do conteúdo. Isso acontece-me imenso no Instagram, hora tenho x hora tenho outro x e a minha conta é publica, logo qualquer pessoa pode ver as minhas fotos sem se comprometerem a seguirem-me. enfim, eu quando sigo um blog ou qualquer outra rede, é um sinal de confiança e que quero seguir o conteúdo e muito raramente retiro o "like" ou "seguir".

    R. Concordo com tudo o que disseste a respeito ao comentário que deixas-te no meu blog, mas sabes o que eu acho? É que quando é para comprar prendas de natal (por exemplo) ou final do mês (quando as pessoas têm dinheiro) é quando vês mais pessoas em centros comerciais, a gastar o dinheiro em roupa e almoços por vezes desnecessários (só porque sim porque não apetece fazer comida em casa) mas depois na hora de pagar as coisinhas nunca há dinheiro. Eu acho sem dúvida que é má gestão, mas não se podem queixar. Mas depois temos, claro o oposto, as pessoas que mesmo não tendo essas extravagâncias quase que não têm dinheiro para comer quanto mais pagar contas. Enfim é complexo e existem imensas opiniões, como tudo.
    :)

    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar
  16. Quem se dá ao trabalho de ir ao blog de uma pessoa para deixar de seguir é agluém que não tem mesmo nada para fazer, até porque a meu ver nem é assim tão rápido e básico (ya chamem-me preguiçosa). Mas essa criatura de Deus que te fez/ou faz isso é alguém mesmo triste. Rezemos por ela/e.

    ResponderEliminar
  17. No Instagram sou capaz de notar se alguém me deixou de seguir quando não segui de volta (principalmente graças as notificações), aqui sempre achei mais difícil reparar (e se acho difícil reparar nisso, tal como tu, acho que dá uma trabalheira ainda maior dar unfollow a alguém no blogger), portanto se algum dia me aconteceu, nunca notei.
    Quando sigo alguém, independentemente da rede social, é por uma de duas ou ambas as razões seguintes: são meus amigos e/ou porque gosto seja das fotos originais que tira e publica no Instagram ou do conteúdo que tem no seu blog, daí nunca ter dado "unfollow" a alguém apenas por não me ter seguido de volta (pois a minha opinião sobre a sua conta permanece - partindo do principio que isto acontece num curto espaço de tempo e a conta continua igual).

    Quanto a seguidores comprados, para mim é um grande nay. Acho que mais do que uma forma de enganar os outros, é uma maneira de se enganar a si próprio quanto a uma "suposta fama" ou "sucesso"

    ResponderEliminar
  18. Tive um outro blog -de moda- e as pessoas que faziam isso de seguir e depois deixar de seguir eram muitas, acho que isso acontece principalmente nos blogs de moda - eu pelo menos sentia muito isso.
    Agora tenho um novo blog -que já não é de moda- e sinto que tenho leitores fiéis, são apenas uns 2 ou 3, mas post após post estão sempre lá. Embora o número de seguidores que tenho neste blog seja muito inferior ao que tinha no outro blog, gosto mais dos seguidores deste, são verdadeiros. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. caramba, sua forma de aborda um assunto tão simples e talvez insignificante me deixou faxinado, ao ponto que meus olhos não deixaram fugir nenhuma das palavras digitadas. Qualquer que venha ter lido esse texto vai absorve a conclusão com tanta facilidade como está lendo um conto da branca de neve. Texto magnífico! Dizer que muitas pessoas hoje se vedem ou se importam com tão pouco é uma coisa óbvia a se falar, no entanto, o que buscamos é o diferencial. aqueles que utilizam sua inteligência pro bem, seus resultados serão os melhores.
    Amei, amei!

    http://blogboynews.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelos elogios! Fico feliz que tenhas apreciado o texto :)

      Eliminar
  20. Eu tenho poucos seguidores como sabes, e volta e meia perco seguidores, não sei se serão pelo mesmo motivo que expões aqui uma vez que eu não perco muito tempo a tentar saber quem eram. Mas o que falas é mesmo falta de...sei la, consideração, de "chá".

    Beijinhoos***
    Cantinho da Suu

    ResponderEliminar
  21. ainda no outro dia me perguntei.. o que é que se anda a passar que os seguidores começam a baixar.. depois percebi que por não comentar de volta ou seguir as pessoas simplesmente tiram o follow.. enfim o importante é quem fica e não quem sai.. mas que irritaaaaaa irrita!

    ResponderEliminar
  22. Eh pah, não sabia que se compravam seguidores... que coisa estranha. E triste, diga-se. Eu sigo os blogs que gosto de ler naquele momento. Normalmente não faço unfollow, mesmo que o seu conteúdo deixe de me interessar. Simplesmente deixo de ler e de comentar. (O comentar é relativo, porque só o faço quando tenho alguma coisa para dizer, mesmo que tenha lido o post). Para além disso, é perfeitamente normal que eu siga alguém, mas essa pessoa não me siga a mim, e vice versa.
    Coisa estranha, gente estranha. Ou desocupada, ainda não decidi.
    ****

    ResponderEliminar
  23. Quando vão ao meu blogue comentar algo e depois dizer "vou seguir. segues-me de volta?" é quando eu nem me dou ao trabalho de visitar o blogue na maior parte das vezes.

    ResponderEliminar
  24. Acontece-me especialmente no Instagram e enerva-me tanto mas tanto. Acho o facto da pessoa seguir, esperar que sigamos de volta e então deixar de seguir tão... desnecessário. Mas enfim, é o que há mais neste momento.

    ResponderEliminar
  25. No instagram é o pão nosso de cada dia, mas cá pelo blogspot já existe algo semelhante há já algum tempo. Escreves mal de alguma coisa e depois aparece sempre a típica pessoa que diz bem tal como tu, supostamente disseste. Só que não! Nota-se que não leram nem as primeiras linhas e chamam à atenção só para depois poderem promover os seus próprios blogues. Isto está cheio disso. Mas nós nem ligamos já aqueles números que vão diminuindo de tempos a tempos. Preferimos ignorar e dar só valor quando cresce!

    ResponderEliminar
  26. Não gosto de ter muitos seguidores, por isso, nem reparo muito se seguem ou deixam de seguir. (Só reparo no Twitter, porque lá, a coisa torna-se mais pessoal.)
    Pareço novinha, porque só tenho o blog há meia dúzia de dias mas, como por lá digo, já cá ando há bastante tempo. O meu primeiro blog teve mais de 400 seguidores e foi aí que deixou de fazer sentido. Tanta gente que seguia, mas não lia (é uma suposição, mas tenho quase a certeza de que era assim)...
    Desde que eliminei esse, nunca mais dei importância a quem segue ou não segue. Gosto de quem lê e comenta, mas se tiver que falar sozinha, que seja. :)
    Na altura em que me preocupava com isso, ter um blog era muito mais stressante. Agora, é só um pequeno passatempo, para partilhar outros passatempos. Se ajudar alguém, melhor. Se não ajudar, paciência!

    ResponderEliminar
  27. Acho uma estupidez, deixar de seguir determinado blogue porque a pessoa não segue o nosso... Eu sinceramente, não ligo muito ao número de seguidores. Claro que gosto que alguém leia o que escrevo, agora seguirem só por interesse e muitas vezes sem lerem o que publico, não vale a pena. Por vezes, vale mais ter poucos leitores, mas acompanharem realmente o nosso blogue, do que imensos e nem lerem uma frase do que escrevemos.

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...