Pages

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

TGW RECOMENDA | Álbuns a ouvir #9


Enquanto crio raízes à espera do novo álbum da Rihanna, tenho que saciar a minha sede de música nova de alguma maneira. Apresento-vos quatro sugestões musicais para dois tipos distintos (ou se forem como eu, estão algures no meio) de pessoas: os depressivos e os animados. Na equipa semi-sombria temos o youtuber tornado cantor, Troye Sivan e a novata Alessia Cara, e do outro lado, a nova sensação do Reino Unido, Fleur East, e os veteranos Coldplay. Exceptuando o primeiro, fiquei um pouco desiludido com os restantes discos. Mas sobre isso falo mais a baixo.

Para ouvirem as minhas faixas favoritas dos álbuns basta clicarem nos títulos em "MUST LISTEN".



1. Troye Sivan | Blue Neighbourhood

Seguindo o sucesso do EP Wild, do qual falei (AQUI), o jovem youtuber está de volta com o primeiro álbum de estúdio, Blue Neighbourhood. Acompanhado de sintetizadores suaves e baterias electrónicas dignas de uma produção à la Lorde ou Taylor Swift  os "Hey!" ecoantes nas faixas "Wild" e "Fools" remetem-nos de imediato para uma "Bad Blood" — já recebeu elogios de nomes como Sam Smith e até Adele.

Nascido na África do Sul e criado na Austrália, o jovem de 19 anos afirma que as letras são autobiográficas, inspiradas nos subúrbios de Perth, cidade onde cresceu, e que considera o seu Blue Neighbourhood. Com uma sonoridade ao estilo de Broods, James Blake e Disclosure, a única crítica possível de se fazer é o facto de sofrer da mesma doença da Adele: todas as músicas são sobre desgostos de amor, mas tal como no caso da britânica, resulta de maneira sublime.

MUST LISTEN: BITE | BLUE (ft. Alex Hope) | HEAVEN (ft. Betty Who) | YOUTH | TAKE ME DOWN | LOST BOY


2. Fleur East | Love, Sax and Flashbacks

Um ano depois de ficar em segundo lugar no X Factor, Fleur East tornou-se na nova estrela em ascensão do Reino Unido. Sinceramente nunca gostei dela no programa e fico revoltado com a atenção excessiva que recebeu devido à performance de "Uptown Funk"  chegou ao nº.1 no top UK , especialmente quando existiam cantores bem melhores que ela na competição. Colocando a destilação de veneno de lado, confesso que gostei do primeiro single, "Sax" e ADOREI a promocional, "Breakfast". Infelizmente o mesmo não pode ser dito sobre o álbum de estreia, Love, Sax and Flashbacks.

Bastou-me ouvir umas 5 músicas para perceber que o disco era uma colectânea de diferentes versões da "Uptown Funk"  a canção "Gold Watch" é tão semelhante que quase merece um processo em cima. Inspirada em artistas como Whitney Houston, Chaka Kahn, Michael Jackson e Beyoncé, esperava muito mais da combinação "anos 90 + 2015". A Taylor Swift também editou um álbum "temático" da mesma década e nem por isso é um trabalho com as músicas todas iguais. A escolha de singles vai ser vital para o sucesso da cantora britânica.

MUST LISTEN: SAX | BREAKFAST | TEARS WILL DRY | PARIS

3. Coldplay | A Head Full of Dreams

Como nunca fui grande fã dos Coldplay, acho que consigo ter uma opinião imparcial sobre o sétimo disco, A Head Full of Dreams. Podemos resumir este projecto numa só palavra: alegria. Se o anterior Ghost Stories (que adoro) retrata o período de "separação consciente" entre Chris Martin e Gwyneth Platrow, este representa a libertação do vocalista. A mensagem não podia ser mais clara, o homem solteiro está pronto para perder a cabeça nas pistas de dança e encontrar um novo amor. Bom para ele.

O objectivo da banda era fazer um álbum que levasse os fãs a abanarem os pés. Entrando em território disco no primeiro single, "Adventure of a Lifetime"  com vibes da "Ray of Light" da Madonna , conseguiram, mas não significa que seja perfeito. O que tem de agradável, tem de esquecível. As participações de Beyoncé, Tove Lo e Gwyneth Paltrow, foram uma tremenda decepção, mais parecem decisões tomadas à última da hora do que algo planeado. O resultado final é agridoce, como de costume oferecem faixas envolventes, mas fiquei com a sensação que falta substância.

MUST LISTEN: ARMY OF ONE | EVERGLOW | ADVENTURE OF A LIFETIME

4. Alessia Cara | Know-It-All

Aos 19 anos, Alessia Cara tornou-se na voz da geração solitária, ao cantar sobre o quão desconfortável é o crescimento e de como as festas não são assim tão interessantes no seu álbum de estreia, Know-It-All. Após o hit "Here", a cantora presenteia-nos com uma conjunto de faixas sobre diferentes aspectos na transição de criança a adolescente. 

Considerada por muitos como uma exilada anti-social por não se inserir no molde popstar e cantar músicas triviais e vazias, é de louvar uma jovem artista com os pés tão assentes na terra. Ao fim ao cabo, a Alessia mostra-nos um cenário alternativo à diversão que vemos em filmes de adolescentes. Com uma voz poderosa e um estilo que em certas alturas nos lembra a Amy Whinehouse, ela destrói essas generalizações com um disco ponderado e inteligente.

MUST LISTEN: HERE | SEVENTEEN | I'M YOURS | SCARS TO YOUR BEAUTIFUL


OUTROS ÁLBUNS A OUVIR (AQUI)

Já ouviram algum dos quatro álbuns? Qual é o vosso favorito?

7 comentários:

  1. Coldplay foi uma banda que fez parte da minha adolescência e ao longo dos anos foi-me desiludindo cada vez mais. E desta vez não foi excepção, mas confesso que já nem lhes dou tanto tempo de antena quanto isso :p
    Quanto às outras sugestões, não conhecia a última que por acaso pela tua descrição me despertou interesse!
    xoxo, Ana

    The Insomniac Owl Blog
    Giveaway - Vale 25€ Kiko

    ResponderEliminar
  2. Bom gosto musical eheh :p
    Já ouvi do Troye Sivan - pq a minha irmã não se calava que tinha de ouvir - e gosto muito e adoro Coldplay <3, embora ainda não tenha ouvido esse album deles - shame on me -

    Beijinhoos***
    Cantinho da Suu

    ResponderEliminar
  3. Eu gosto da Fleur... Mas Coldplay são sempre os Coldplay

    ResponderEliminar
  4. Os coldplay acho que estão a "perder qualidades" mas não deixam de ser bom, nunca ouvi nenhum destes albuns mas fiquei curioso por ouvir o album da Alessia!

    Abraço (:
    Obra d´art

    ResponderEliminar
  5. Fui cuscar a Fleur East e fui ouvir a gold watch. E depois apareceu-me um video dela a participar no X Factor com a música Uptown Funk... Quase que tal e qual.

    Em relação aos restantes álbuns, parecem ser giros mas não para os meus ouvidos. Excepto Coldplay, estes sim, são para os meus ouvidos!

    ResponderEliminar
  6. Sou apaixonado pelo trabalho de Troye Sivan e como ele está conseguindo se destacar no mundo da música. Espero que ele tenha muito sucesso futuramente e faça uma parceria com a Lorde hahaha.

    ANDYZANDO

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...