Pages

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

MOVIE LOUNGE | Me and Earl and the Dying Girl



A história acompanha Greg (Thomas Mann), estudante e apaixonado por cinema, que produz paródias de filmes clássicos com o seu único amigo Earl (RJ Cycler). Decidido a levar o último ano do Secundário no anonimato, evitando interacções sociais, é obrigado pela mãe a fazer amizade com uma colega de turma, Rachel (Olivia Cooke), que tem cancro. Greg só não podia imaginar que Rachel iria mudar a sua vida para sempre.


Ao que parece a febre hollywoodesca dos vampiros foi substituída pelo cancro. Nada mórbido. À primeira vista a sinopse de Me and Earl and the Dying Girl até pode parecer similar à do Fault In Our Stars, mas não é. A única coisa que os une é a mesma doença, porque de resto, este tem qualidade. Logo no início do filme, o protagonista prepara o espectador para o que aí vem: não vai assistir ao cliché romântico do rapaz awkward que se apaixona pela rapariga doente, mas sim à história de como "o meu filme matou, literalmente, uma rapariga". 


Durante esta produção, existe sempre aquela sensação de desconforto por nos rirmos de um filme que gira em torno de uma rapariga que sofre de cancro. Neste ponto, existe um cuidado enorme pelo director, Alfonso Gomez-Rejon, ao certificar-se que o assunto recebe o tratamento delicado que merece, combinado com a dose perfeita de comédia e drama.


Cada vez que pensava que não iriam cumprir com a premissa, e que seria engolido por algo cliché ou extremamente sentimental, era surpreendido pelo argumento astuto e inteligente. Despido de qualquer estereótipo e com referências fantásticas a clássicos da sétima arte, passamos o tempo inteiro a desejar que o aviso inicial da personagem principal não passe de uma partida, um engano, e que no final tudo ficará bem. Sem comentários. Chorei baba e ranho, só faltou soluçar. 


O elenco é, sem dúvida alguma, um dos pontos mais fortes desta produção. O trio de protagonistas, Thomas Mann, RJ Cyler e Olivia Cooke  a actriz da série Bates Motel rapou o cabelo todo para este papel , presenteiam-nos com performances igualmente fortes tanto no campo cómico como dramático. Apoiados por actores secundários veteranos como Connie Britton, Molly Shannon, Jon Bernthal e Nick Offerman, até a voz do Hugh Jackman faz uma aparição hilariante.


Baseado no livro homónimo de Jesse Andrews, que também assina o roteiro, a adaptação cinematográfica de Me and Earl and the Dying Girl venceu os prémios do Grande Júri e do Público no Festival Sundance 2015. Aconselho-vos vivamente a verem este filme, um dos meus favoritos dos últimos tempos.

Classificação IMDb: 7.9/10
Classificação Ghostly Walker: 8/10

Já conheciam o filme? Ficaram curiosos?

26 comentários:

  1. Acho que é daquele tipo de filme que ia gostar. Honestamente, filmes como 'A culpa é das estrelas' são insuportáveis. Pela tua review, este parece-me uma coisa mais realista. Vou procurar um tempinho para o ver :)
    xoxo, Ana

    The Insomniac Owl Blog
    Giveaway - Vale 25€ Kiko

    ResponderEliminar
  2. Também o vi e gostei muito. De facto não tem nada a haver com The fault in our starts e também chorei muito quando ela morreu :'|
    Mas está um óptimo filme *

    ResponderEliminar
  3. Ricardo, deixa-me dar os parabéns. Fazem falta blogs de cultura como o teu! Já dei aqui um olhinho e as tuas críticas são espectaculares, ainda que alguns rates sejam mauzinhos ahah :)
    Sou uma nova seguidora, parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh muito obrigado! Fico feliz por gostares do meu blog, a sério que sim. Em relação aos rates, compreendo que alguns pareçam muito baixos, mas gosto de analisar todos os pormenores que vão além da história :)

      Eliminar
  4. Gostei, vou assistir ele, obrigado pela indicação!

    Beijos!
    Visite o Blog do Math

    ResponderEliminar
  5. Eu queria ler o livro, mas fiquei bastante curiosa para ver o filme :D

    avidadelyne.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Olá,
    Já estava louca pra ver esse filme, ainda mais depois dessa resenha, vou sair procurando desisperadamente pra assistir.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Tenho mesmo que ver este! Já não é a primeira crítica positiva que leio - e não costumo apreciar os filmes sentimentalistas...a ver se este convence!

    Jiji

    ResponderEliminar
  8. Esse filme já estava na minha lista do Filmow, espero poder assisti-lo em breve. A inicio também pensei que seria outra história chata sobre o câncer na adolescência, mas fui lendo resenhas, assim como a sua e percebi que não era bem assim. Gostei bastante!
    Beijo,
    paraisodemenina.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Quando vi o trailer há uns bons meses fiquei na dúvida se iria gostar ou não, mas depois ler a review ficou decidido, vou vê-lo agora!

    ResponderEliminar
  10. Ah, até que enfim alguém que diz o mesmo que eu penso em relação ao "A culpa é das estrelas"!!! Sinto que me saíram 10kg de cima dos ombros, obrigada =P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achei a história mediana e não chorei a ler o livro como a grande maioria. Quando saiu o filme, não é que seja mau, mas só pensava "já não tenho idade para isto".

      Eliminar
  11. Nunca o vi porque acho que deve ser uma seca mas esta semana sem falta vou ver :3

    Ana ♥
    http://aruivablog.blogspot.pt/ N/POST

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende muito dos gostos pessoais de cada um mas não é uma seca! A história é tanto cómica como comovente portanto é impossível ficar indiferente (até rimei). Se algum dia o chegares a ver, espero que gostes :)

      Eliminar
  12. Ainda não conhecia o filme, não achei muito interessante, mas quem sabe depois do lançamento fique ao meu agrado, rsrsrs

    Sigo seu blog a um tempo, você poderia me dar uma força com meu novo?

    Abraços...
    http://comum-dois.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Eu fico sempre de pé atrás com este tipo de filmes...se há uns que exageram no romantismo e fazem do cancro uma premissa para tal, há outros que quase que ridicularizam algo que é sério...acho sim que se deve falar abertamente do cancro, inclusive introduzir este tema em filmes e livros, mas também acho que é preciso ter uma boa dose de bom senso ao fazê-lo...

    R: Se tens essa vontade de praticar Reiki, vai em frente, acredita que não te arrependerás, é maravilhoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim mas... não é o caso, está literalmente na review: "(...)existe um cuidado enorme pelo director, Alfonso Gomez-Rejon, ao certificar-se que o assunto recebe o tratamento delicado que merece, combinado com a dose perfeita de comédia e drama."

      Eliminar
  14. Ainda não vi o filme mas já ouvi tanto dizer bem como mal (como sempre não é verdade?).. Agora aproveito as férias e talvez veja este filme!!
    Gostei imenso de conhecer o teu blog e já sigo, acho o conceito muiiiito fixe!
    Grande beijinho,
    Madalena

    www.maadalenaaa.blogspot.com

    ResponderEliminar
  15. Oi, Ricardo! Tudo bem? Eu adoro o Thomas Mann e gosto muito da premissa desse filme, então estou doido para vê-lo! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. Desde já muito obrigado pelo comentário ao meu post :D
    Pareceu-me ser uma otima sugestão!!

    Abraço (:
    NEW POST! Through Streets Unbeaten

    ResponderEliminar
  17. Primeiramente: você é de Portugal, certo? Porque esse seu português é adorável!
    Já sobre o filme, parece ser ótimo. Mesmo que eu goste de clichês, é bom sair do inevitável e partir para algo mais inesperado como esse filme. Já vi que vou chorar, mas parece valer a pena.
    Adorei a dica.

    Beijos,
    Bi.

    - www.naogostodeunicornios.com

    ResponderEliminar
  18. Com essa descrição, fiquei com vontade de o ver!
    xoxo,
    Ana Rita Leite
    WHITE DAISY

    ResponderEliminar
  19. Olá! Li o livro desse filme faz um tempinho e não gostei nem um pouco da escrita do autor, por isso não consegui prestar muita atenção na história.

    http://whoisllara.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  20. Parece ser um ótimo filme. Gosto bastante de filmes assim. Obrigado pela indicação!

    Abraços, www.princedreamer.com

    ResponderEliminar
  21. direitinho para a lista de filmes a ver!

    ResponderEliminar
  22. Nunca tinha sequer ouvido falar deste filme mas fiquei realmente curiosa por isso espero arranjar um tempinho em breve para o ver sem adormecer ao fim de 5 minutos com o cansaço com que ando. Obrigada por esta dica, sem dúvida vai para a lista dos «filmes a ver»

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...