Pages

terça-feira, 22 de setembro de 2015

EMMYS 2O15


Ao fim de seis anos, Game of Thrones foi finalmente a grande premiada na noite dos Emmys. Apesar da adaptação televisiva dos livros de George R.R. Martin somar nomeações todos os anos, são poucos os prémios recebidos. Isto é, até agora. Na 67th edição da cerimónia televisiva, com a decepcionante apresentação de Andy Samberg, o drama venceu nada mais anda menos que 12 das 24 estatuetas a que estava indicado, incluindo Melhor Série Dramática, Melhor Realização e Melhor Argumento. 


A série bateu o recorde de maior número de prémios arrecadados numa só gala dos Emmys. O recorde anterior pertencia a "The West Wing" (Os Homens do Presidente, em português), que em 2000 venceu 9 estatuetas. A produção de David Benioff e D.B. Weiss também ajudou a que a emissora televisiva HBO fizesse história. Contas feitas, a produtora somou 43 prémios no final da noite.


Nas categorias de representação, Peter Dinklage venceu o prémio de "Melhor Actor Secundário" pelo seu Tyrion Lannister, uma das personagens favoritas do público. O mesmo papel já lhe tinha rendido em 2011, o Emmy na mesma categoria. As oito estatuetas restantes foram ganhas nas categorias técnicas como som, efeitos visuais, etc.


Para a despedida de Mad Men, a série estava nomeada nas principais categorias e limitou-se a conquistar apenas um prémio. À sétima e última temporada, Jon Hamm finalmente conseguiu o tão cobiçado Emmy de "Melhor Actor Dramático". Há oito anos que o actor norte-americano era indicado nesta categoria mas sem sucesso. A sua subida rastejante ao palco disse tudo.


Numa noite de estreias, Viola Davis foi escolhida para "Melhor Actriz", tornando-se na primeira afro-americana a vencer um Emmy na mais importante categoria de representação numa série dramática. Num discurso arrepiante, a estrela de How To Get Away With Murder citou Harriet Tubman, uma escrava negra que se tornou numa das figuras centrais do movimento abolicionista norte-americano, para afirmar que ainda existe desigualdade racial e de género em Hollywood. "A única coisa que separa as mulheres de cor de qualquer outra pessoa é a oportunidade. Não podes vencer um Emmy por papéis que simplesmente não existem", disse Davis, agradecendo aos argumentistas e produtores da série, especialmente Shonda Rhimes, por "redefinirem o que significa ser bonita, ser sexy, ser uma líder, ser negra".

Embora acompanhe as duas séries, confesso que estava a torcer pela Tatiana Maslany. Depois de ser ridiculamente excluída da lista de nomeados pelas duas primeiras temporadas de Orphan Black, a actriz canadiana finalmente foi indicada ao Emmy de "Melhor Actriz". Não existem quaisquer dúvidas sobre a tremenda prestação de Viola como Annalise Keating, mas se pensarmos que a Maslany estava nomeada por desempenhar 6 personagens diferentes... Talvez para o ano.


Uzo Aduba conhecida pelo seu papel de Suzanne "Crazy Eyes" Warren, na série Orange is the New Black, também fez história ao vencer o Emmy de "Melhor Actriz Secundária". A vitória rendeu-lhe o título de primeira actriz a receber dois prémios nas categorias de comédia e drama pela mesma personagem, uma vez que OITNB mudou de classificação. Regina King fecha o talentoso triângulo afro-americano ao ganhar a estatueta de "Melhor Actriz Secundária" numa mini-série ou telefilme, com American Crime, série que de resto perdeu nas restantes categorias para Olive Kitteridge.

Logo a seguir a Game of Thrones, a mini-série baseada no romance homónimo de Elizabeth Strout, também da HBO, foi quem conquistou mais estatuetas. Olive Kitteridge venceu oito Emmys, entre eles, "Melhor Mini-Série", "Melhor Actor e Actriz", e "Melhor Actor Secundário".

Para a lista completa de nomeados e vencedores cliquem AQUI.

11 comentários:

  1. Por acaso não vi mas gostava de ter visto, que sei que deu num canal qualquer (não me lembro agora) mas pronto,trabalhar numa worten a fazer noite também não me safo ahah :3

    xoxo,
    www.wordsofsophie.com

    ResponderEliminar
  2. O Game of Thrones já merece esse reconhecimento nos prémios, pois tem feito ao longo dos anos um extraordinário trabalho! Gostei imenso do comentário que fizeste à cerimónia, ficou extraordinário :D

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  3. Adoro Game of Thrones, é sem dúvidas das melhores séries que aí anda. Se tivesse dinheiro para gastar comprava todos os livros e já os tinha lido duma ponta à outra xD

    Só uma pequena correcção: Peter Dinklage ganhou outro emmy em 2011 e não 2001 :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem tinha reparado que me enganei a escrever o ano, obrigado!

      Eliminar
  4. Para mim foram merecidos os prémios.

    ResponderEliminar
  5. Game of Thrones sempre em grande!
    Ahaha, encontraste-me a mim então! Mesmo com séries também consigo fazer isso, e dá-me um gosto enorme! Quanto à saga Twilight na minha opinião viste os 2 piores filmes da saga, acaba de ver porque vale a pena :)
    Li**

    ResponderEliminar
  6. Oi Ricardo!
    Eu também torcia pela Tatiana Maslany, mas gostei da vitória da Viola Davies também. Merecia muito.
    Fiquei bastante surpresa com a quantidade de prêmios levados por GOT. Minha maior decepção foi Peter Dinklage levar na categoria que concorria com Jonathan Banks e Ben Mendelsohn. Esse último era a minha maior torcida da noite. Você assistiu Bloodline? Atuação espetacular. Kyle Chandler também.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Fiquei muito contente por GOT ter arrecadado tantos prémios.
    Tens uma forma muito imparcial de falar destas coisas, e isso é muito bom, claro, não deixa de ser interessante, mas enquanto estava a ler, estava a pensar no quê que terias achado do que estavas a escrever :p
    R: Eu sei que o meu entusiasmo por setembro não é partilhado pelas massas ahah. E sim, é verdade, do verão ao natal é um piscar de olhos, e substituem-se logo as havaianas pelas pantufas nas lojas. Ainda hoje reparei nisso, na Primark ja tem decorações de natal, wtf? Demasiado apressado até para mim xD

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...