Pages

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

No longer a son of a beach


Um romance bonito, mágico até, mas chegou ao fim. O meu amor por praia está temporariamente fora do ar. O ano passado fiquei destroçado por não ter usufruído, agora não percebo o motivo para tanto drama.

Em criança não havia nada que gostasse mais que passar um dia inteiro na praia a fazer túneis na areia, e o mais importante, mergulhar como se a minha vida dependesse disso. Com o passar do tempo tenho começado a apreciar cada vez menos a época balnear passada em praias. Processem-me, mas prefiro piscina. Como se não bastasse, ultimamente parece que tudo me irrita nas pessoas que decidem fazer do areal uma feira.

Quanto a vocês não sei, mas fui educado a respeitar o espaço das outras pessoas. Correr não era uma opção pois poderia encher alguém de areia. Não colocava música a dar porque ninguém é obrigado a ouvir o mesmo que eu. Gritarias e afins ficam em casa. Resumindo, não me devia comportar como um autêntico animal. Não sei se tenho pouca sorte nas praias que frequento, mas são raras as pessoas sabem ser civilizadas.

Há sempre aquele miúdo irritante que adora correr mesmo ao lado da minha toalha e me enche de areia não uma ou duas, mas oito vezes. O pior é que nunca lhes podemos dizer nada. Para os papás "são crianças, têm que se divertir". Ninguém diz o contrário, mas não percebo que criaturas estão a criar desta maneira. Tudo lhes é permitido devido à idade, depois admiram-se que formem tiranos.

Na terça-feira fui à praia com o meu pai e irmão e depois de algum tempo, lá conseguimos um lugar para estender as toalhas. Se soubessem a quantidade de espaços "vazios" que não podíamos utilizar por estarem "marcados" com toalhas e chapéus. Quando é que vão perceber que se querem sair e ir almoçar, lanchar o que seja, deviam levar a tralha atrás? Da última vez que verifiquei, a praia era um local público, não tiveram que pagar nenhuma caução para deixar o estaminé ali montado. Enquanto os plebeus lutam por um pedacinho de areia, os senhores têm sempre o deles garantido.

Agora juntem as sessões fotográficas à beira mar e os senhores que de 5 em 5 minutos berram "Olhá bólínhááááá" e está criado o cenário paradisíaco dos meus sonhos. Pois, não. Se não fosse o facto de me sentir um peixe dentro de água e adorar passar horas a nadar, já tinha desistido de praia. 

Gostam de praia ou preferem piscina? O que acham das pessoas que deixam lugar marcado?

12 comentários:

  1. Gosto tanto de praia como de piscina e não passo nem metade dos dramas que passas porque a minha praia (em Santa Cruz) é quase vazia ou então o espaço entre pessoas é bastante largo, se necessário. É perfeito :)

    ResponderEliminar
  2. Admite que só correu mal porque não foste comigo. Digas o que disseres, a minha ronda ao muro garante-nos sempre um lugarzinho abençoado ao pé da velhota que gosta de ler e os meus olhares mortíferos afastam qualquer pirralho um raio de 50m.

    ResponderEliminar
  3. eu gosto muito mais de piscina do que de praia, mas senti a sua dor....
    beijos, Um Mundo Em Duas 

    ResponderEliminar
  4. Eu adoro praia. Faz-me sentir mais calma e tranquila :)
    As praias que frequento são no norte do país (sim, com aquela água geladinha!), e apanha-se de tudo. Ao fim-de-semana estão sempre cheias, por isso é "normal" haver esse tipo de situações, mas durante a semana é tranquilo :)

    ResponderEliminar
  5. Eu em pequena era fã de praia. Adorava, ficava super entusiasmada quando era dia de ir à praia. Agora? Agora passo muito bem sem lá ir. A falta de civismo cada vez está pior, infelizmente, tanto dentro como fora da praia. Há em todo o lado. Não sei se gosto mais de piscina, sempre fui mais vezes à praia. Acho que depende de como acordo. Por norma não gosto de perder horas e horas de papo para o ar sem fazer nada a não ser apanhar sol xD

    ResponderEliminar
  6. Eu odeio praia. Quando era miúda até ia, porque tinha a esperança que me deixassem ir à água mais que 5 minutos, mas não tinha grande sorte. Estava o tempo todo na toalha, a olhar para o balão, que só ia para a praia porque tinha que ir e pronto, mas ninguém ficava nem um pouquinho a fazer-me companhia ou a brincar comigo.
    Com o tempo, somei o facto de ficar com a pele tostada e cheia de células mortas, ter areia por todo o lado e pessoas sem respeito. Para mim, praia só para dar uma voltinha no paredão ou tomar qualquer coisa numa esplanada.
    ****

    ResponderEliminar
  7. Também sou team piscina haha E também me incomoda imenso não ter o meu cantinho ou então estar sempre a ser interrompido por miúdos aos berros! Enfim

    ResponderEliminar
  8. Somos dois. Eu vou à praia pelo mar e para o mar. :p

    ResponderEliminar
  9. Adorei o teu blog. Não conhecia mas vou já seguir. :)
    Aproveito e sigo tbm no instagram! Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Eu gosto de praia, mas também tenho vindo a reduzir cada vez mais os dias e o tempo que por lá passo. Hoje em dia, prefiro passear e conhecer novos lugares do que ficar estendida na toalha a apanhar banhos de sol. E, sim, talvez a razão seja um pouco essa: a confusão cada vez maior que se vive nas praias do nosso país.

    ResponderEliminar
  11. Adoro ir a praia, ao fim do dia, ou no inverno. Para o dia a dia prefiro piscina, por todas essas razões que enumeraste aí em cima. Chateia-me muito ir à praia, principalmente nesta altura do ano.

    ResponderEliminar
  12. Devo confessar que tenho o mesmo mal, mas eu uma vez aguento, agora duas já não. Se alguma criança me atira areia para cima, sou pessoa para lhe mandar um berro. Não suporto isso, não fui educada assim e se os pais querem ir para a praia e deixar os seus selvagens à solta, meus amigos, têm a pior vizinha do chapéu ao lado que poderia ter.
    Essa cena dos chapéus e toalhas normalmente estou-me a borrifar. Não está? Temos pena. Até porque essas pessoas são aquelas que saem da praia às 12h e voltam às 17h. xD

    http://nuagesdansmoncafe.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...