Pages

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Séries Novas | Parte II

Ao que parece vou estar bem entretido neste Verão. Depois de uma primeira parte, apresento-vos mais cinco séries novas para acrescentarem às vossas listas. Há géneros para todos os gostos, ficção científica, policial, drama e comédia.


#1. The Whispers (ABC)

O que é que Under the Dome, Extant, Falling Skies, e agora The Whispers, têm todos em comum? Steven Spielberg. O aclamado  director/produtor sempre teve um talento especial para a ficção científica mas, quando se trata de adaptá-la para o pequeno ecrã, parece que fica aquém das expectativas.

Baseada no livro "Zero Hour" de Ray Bradbury, este drama sobrenatural centra-se em Claire Bennigan (Lily Rabe, American Horror Story), uma especialista infantil do FBI, que está a investigar um caso de uma criança responsável por matar a própria mãe. Quando interrogada, a menina conta-lhe que apenas seguiu as regras do jogo do seu amigo, aparentemente imaginário, Drill. O problema é que esse amigo pode não ser assim tão imaginário, sendo capaz de induzir crianças a cometerem crimes com consequências bastante reais. Não querendo contar spoilers, ao que tudo indica, trata-se de uma invasão alienígena.

Como a série estreou na semana passada é difícil fazer uma avaliação. Apesar do primeiro episódio ter alguns clichés e momentos mortos, foi interessante o suficiente para me fazer seguir os próximos capítulos. Sinceramente o único motivo pelo qual comecei a ver The Whispers, foi a participação da Lily Rabe.



#2. Sense8 (Netflix)

O enredo desta série é um pouco confuso, mas vou tentar explicá-lo da maneira mais simples. Sense8 conta a história de oito estranhos de diferentes partes do mundo que, após terem visões/sonhos da morte de uma mulher desconhecida (Daryl Hannah, Kill Bill), ficam conectados mental e emocionalmente. Ao tentarem descobrir o que lhes aconteceu, são auxiliados por Jonas (Naveen Andrews, Lost), que os quer juntar, enquanto que Mr. Whispers (Terrence Mann, 30 Rock) e a sua empresa os querem capturar ou matar.

Esta é uma das séries pela qual estava mais ansioso. A premissa é muito interessante e agrada-me imenso a diversidade cultural, racial, económica e sexual das personagens. Já tive oportunidade de ver os 12 episódios e espero mesmo que seja renovada para uma segunda temporada. Tantas questões por responder! Tenho consciência que a certa altura parece que a história não desenvolve, mas não penso que justifique algumas críticas negativas que li.


#3. Wayward Pines (FOX)

Na busca pelo paradeiro de dois colegas, o Agente Ethan Burke, chega a Wayward Pines, uma pequena cidade onde nem tudo é o que aparenta ser. Ethan envolve-se num acidente de carro e é levado para o Hospital. Quando acorda, descobre que ficou sem os seus documentos, telemóvel e uma pasta que continha ficheiros importantes. As tentativas de ligar para a sua esposa e filho saem sempre furadas e ninguém parece acreditar em quem ele diz ser. Rapidamente o polícia apercebe-se de que está mais preso à cidade do que imaginava.

A blogosfera tem andado aos saltos com esta série e finalmente percebi o porquê. Já está a ser transmitida na FOX. Logo vi. Pelo trailer parece ser interessante, mas faz-me lembrar meia dúzia de histórias que já vi, incluindo aquele filme com o Jim Carrey, The Truman Show, em que a vida dele era um reality show. Não gosto muito do Matt Dilon, mas como ainda não vi um único episódio, deixo julgamentos para depois.


#4. The Family (ABC)

A trama centra-se no retorno do filho mais novo de uma Presidente da Câmara que foi dado como morto depois de desaparecer há 12 anos. Enquanto o jovem misterioso é recebido de braços abertos pela família, surgem suspeitas - ele é realmente quem diz ser?

The Family tem como produtora executiva Jenna Bans (Grey's Anatomy, Scandal), e conta com a Joan Allen, nomeada para três Óscares (The Contender, The Crucible e Nixon), Alison Pill (The Newsroom), Zach Gilford (Friday Night Lights) e Andre McCarthy (St. Elmo's Fire), nos papeis principais.


#5. Grace and Frankie (Netflix)

A série segue Grace, uma magnata dos cosméticos reformada, e Frankie, uma professora hippie de Arte, cujos maridos, Robert e Sol, são dois advogados de divórcio de sucesso. A vida destas duas mulheres é virada de cabeça para baixo quando os seus conjugues anunciam que estão apaixonados um pelo outro e que vão deixá-las. Agora, Grace e Frankie, que nunca gostaram uma da outra, ficam a viver juntas enquanto se apoiam nesta nova etapa das suas vidas.

Se Jane Fonda e Lily Tomlin, as estrelas do clássico 9 to 5, não são o suficiente para cativar a vossa atenção, talvez o facto da série ser da co-autora dos Friends vos convença. Já vi metade da temporada e estou a gostar. É aquilo a que chamo de dramedy, um drama cómico.



Conheciam as séries? Têm curiosidade em ver alguma?

11 comentários:

  1. Destas séries só conheço mesmo a Sense8, de que se tem ouvido falar muito bem. Desde que foi anunciada que ando cheia de curiosidade para vê-la. Tenho é de arranjar uma boa altura agora para o fazer. Das restantes séries, a única que captou mais a minha atenção foi a primeira. Talvez lhe dê uma hipótese no futuro.

    ResponderEliminar
  2. Já estive para ver a Sense8. Pareceu-me interessante. A Wayvard ainda não me apeteceu começar a ver. Já ouvi falar muito bem e muito mal. Tenho que começar a renovar as séries agora no Verão :)

    Isa,
    http://isamirtilo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Este é sem dúvida o post que eu precisava. Geralmente sempre que encontro algum post sobre séries, acabam por mencionar sempre as mais conhecidas tipo TWD, AHS, Arrow, GOT, etc. Aqui não conheço nenhuma, mas já estive a ver os traillers. E digo-te, se os episódios forem igualmente cativantes, sou capaz de ver todas!
    xx

    http://diariodeumafricana.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Curiosamente comecei a ver a primeira hoje mesmo. Gostei dos primeiros episódios e agora fiquei curiosa com a restante série.

    As outras tenho de ir investigar! ;)

    ResponderEliminar
  5. Anda tudo doido com a Wayvard. Dizem que está brutal!

    Só vi um episódio de Sense8 mas pretendo continuar. Achei o piloto meio confuso, mas gostei da premissa!

    ResponderEliminar
  6. Eu adorei supernatural, mas isso se calhar deve-se a eu ser sentimental e chorar durante a serie toda ahah. Adorei os atores, isso sim. Olha fiquei interessada na primeira, acho que vou testar! Obrigada :D

    ResponderEliminar
  7. Fiquei muito curiosa com a The Family..
    Para além de Sense8 e Wayward Pines.

    ResponderEliminar
  8. O "Wayward Pines" começou a ir por um caminho que não gostei. Não vou ver a Season 2.
    O "Tha Family", gostaste? Valeu a pena?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entretanto a estreia da série "The Family" foi adiada para Março de 2016, portanto ainda não sei :)

      Eliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...